Websérie aborda histórias e traz o olhar de empregadas sobre diversidade e inclusão na mineradora Vale

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Kelly Silva é operadora de equipamentos de instalações Unidade Carajás Serra Sul (S11D) Foto: : Anderson Souza

Já estreou nas redes sociais e plataformas digitais da Vale o quarto episódio da websérie Mineração Por Elas. Desta vez, o público poderá conhecer um pouco da história e do olhar de empregadas da comunidade LGBTQIA+ sobre diversidade e inclusão na mineradora. A websérie, que está na segunda temporada, mostra a bem-sucedida e inspiradora presença de mulheres em áreas técnicas, operacionais e de gestão na Vale.

A Kelly Silva é uma das protagonistas desse episódio. Ela atua como operadora de equipamentos de instalações Unidade Carajás Serra Sul (S11D), em Canaã dos Carajás/PA. Há cinco anos na Vale, Kelly participou da websérie para compartilhar um pouco da sua trajetória. “Eu sinto muito orgulho de contar minha história e mostrar que não existe obstáculo que seja maior do que a vontade de vencer na vida! Tanto a evolução pessoal, quanto profissional. Eu consegui me encontrar e me sentir realizada em uma empresa que nos valoriza e não faz distinção de gêneros, raças e crenças. Aqui é meu lugar!”.

Kelly deixa uma mensagem de encorajamento para que as mulheres não desistam de lutar pelo que são, pelo que acreditam, em prol de seus de seus objetivos. “Aceitem que podemos chegar onde queremos. Que somos mais fortes do q pensamos. Nunca é tarde para estudar, se profissionalizar e conquistar o mundo, afinal de contas lugar de mulher é onde ela quiser!”, afirma.

O novo episódio também conta com a participação de Camilla Szerman, engenheira na Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais/MG e Rosileide Silva, assistente administrativa no Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luís/MA. Elas relatam a evolução da inclusão na empresa, falam sobre a importância de se sentirem seguras e à vontade para ser quem realmente são e desempenhar com tranquilidade e dedicação suas funções. Veja o episódio completo.

  Mineradora Vale inova ao produzir areia sustentável que reduz a geração de rejeitos

O episódio de estreia desta temporada, que foi ao ar no dia 6 de agosto, traz mulheres pioneiras que falam sobre os desafios que viveram ao serem as primeiras na sua área ou função. Já o segundo conta a história de três mulheres negras orgulhosas por serem exemplo para outras mulheres dentro e fora da empresa. No terceiro episódio, mulheres com deficiência mostram como tem sido trabalhar na Vale e contribuir para que os ambientes sejam cada vez mais acessíveis e inclusivos. Os próximos episódios terão como foco jovens talentos e lideranças. Cada filme dura cerca de cinco minutos e, em formato documental e com protagonismo das personagens, apresenta o olhar de empregadas da Vale de várias regiões do Brasil e de outros países sobre a diversidade na mineração.

“Estamos verdadeiramente empenhados em promover a inclusão e valorizar a diversidade. Seguiremos nessa jornada, juntos. Estes são imperativos éticos conectados com o propósito da Vale de melhorar a vida das pessoas e transformar a sociedade para todas as pessoas”, afirma Marina Quental, vice-presidente executiva de Pessoas da Vale. Segundo ela, a websérie mostra para o público a inserção diversificada das mulheres na Vale nos mais variados cargos, profissões e funções, trazendo inspiração para que outras mulheres vejam que é possível e promissor construir uma carreira na indústria da mineração.

Hormonioterapia, conscientização e celebração do orgulho

A partir deste ano, o plano de saúde dos empregados da Vale no Brasil passou a dar cobertura de 100% para a hormonioterapia para transição de gênero. O benefício se soma a diversas ações de conscientização que buscam valorizar e respeitar as singularidades de cada um e garantir igualdade de acesso às oportunidades. Em junho aconteceu um marco histórico: a realização da 1ª Celebração Vale do Orgulho LGBTQIA+, um show virtual ao vivo voltado para os empregados com a participação de cantores brasileiros. CEO, Vice-Presidentes e mais de 14.000 espectadores, entre empregados e familiares, participaram do evento, que demonstrou o compromisso da Vale de respeitar e valorizar as singularidades de cada pessoa.

  Mineradora Vale inova ao produzir areia sustentável que reduz a geração de rejeitos

Meta de gênero e avanços

Em 2019, a Vale anunciou a meta de dobrar a representatividade de mulheres na sua força de trabalho até 2030, passando de 13% para 26%. E de aumentar a presença de mulheres em cargos de liderança sênior de 12% para 20%. Em setembro deste ano, as mulheres já representavam 18% nas posições de liderança sênior e também 18% do total da força de trabalho da mineradora. São cerca de 4.300 mulheres a mais na empresa desde dezembro de 2019.

Mais de 200 empregadas se inscreveram para participar da websérie

Mais de 200 mulheres compartilharam suas experiências de vida e se inscreveram para participar da segunda temporada do Mineração Por Elas. Por conta do limite de episódios, muitas histórias incríveis ficaram de fora, demonstrando que a mineração também é, cada vez mais, uma indústria onde mulheres podem construir carreira. Assim como na temporada de estreia, a produção vem seguindo todas as recomendações de prevenção e distanciamento social em virtude da pandemia. A websérie Mineração por Elas é realizada pela equipe de comunicação da Vale em parceria com a 4 Asas Produções. A primeira temporada contou com seis episódios e participação de 25 empregadas da Vale no Brasil e em outros países.

Deixe uma resposta

Leia mais