Mineradora Vale apresenta modelo construtivo da barragem do Sossego

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Barragem do Sossego da Vale em Canaã dos Carajás Foto: Seny Lima / Portal Canaã

A mineradora Vale realiza uma série de visitas para explicar a diferença dos modelos construtivos das barragens das suas minas no Pará. Segundo a mineradora, as estruturas de contenção de rejeito mineral nas barragens das suas minas no Pará empregam solo compacto/rochas na construção, diferente da metodologia à montante usada na barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho.

No município de Canaã dos Carajás os vereadores visitaram no último dia 15 de fevereiro a Barragem do Sossego. Nesta sexta-feira, 22, foi a vez dos jornalistas que atuam nas empresas de comunicação da cidade.  Na visita a mineradora Vale apresentou  a estrutura da Barragem do Sossego que dispõe de  42,1 metros de altura e volume atual de 108 milhões de m³ de rejeito. Ainda segundo a Vale, são adotadas tecnologias e equipamentos que garantem o acompanhamento continuo da pressão, nível de água e a capacidade de detectar qualquer alteração na estrutura.

Ainda segundo a mineradora, os dados de monitoramento e das inspeções no Sossego e nas demais barragens da Vale, demonstram que as estruturas estão estáveis, operando dentro da normalidade e com seu fator de segurança operacional adequado ao que determina a legislação.

A estrutura tem também o Plano de Ação de Emergência (PAEBM), documento que traz orientações sobre prevenção e ações necessárias no caso de emergência. O documento foi atualizado e protocolado na Prefeitura de Canaã dos Carajás, Corpo de Bombeiros de Canaã dos Carajás, Prefeitura de Parauapebas, Defesa Civil de Parauapebas, Defesa Civil Estadual, Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Defesa Civil Federal.

Veja também:  Canaã dos Carajás registra mais demissões que admissões no mês de abril

A mineradora Vale, reforçou que toda essa documentação está a disposição das autoridades e que antes do prazo legal deverão estar instaladas as sirenes e em seguida, serão realizados os simulados, como medidas preventivas e conforme determina a legislação.

Em 2018, cerca de 600 pessoas da Vila Bom Jesus tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura da barragem. A mineradora tem mantido diálogo e reuniões com a comunidade da Vila Bom Jesus, prefeitura de Canaã dos Carajás e a Defesa Civil, para o repasse de informações e o esclarecimento de dúvidas da comunidade.

Barragem do Sossego da Vale em Canaã dos Carajás Foto: Seny Lima / Portal Canaã

2 respostas

  1. Sugiro que os técnicos de Canaã verifiquem o paebm, principalmente o mapa de inundação. Que leiam os rodapés dele e o analisem a luz da lei específica.

Deixe uma resposta

+ Sobre

Coronavírus

Ultimas notícias