Inovação na mineração: desafio global reúne mineradoras em prol da sustentabilidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

A Vale se uniu à BHP e à Rio Tinto para juntas lançarem um novo desafio em busca de soluções capazes de reduzir as emissões de gases do efeito estufa nas operações de mineração pelo mundo.

O Charge On Innovation Challenge está aberto para participantes de todas as partes do mundo, com o grande desafio de pensarem em como recarregar baterias dos caminhões com menor impacto possível nas operações, garantindo sua larga adoção em minas à céu aberto.

O objetivo é que as melhores soluções possam ser utilizadas por todas as empresas do setor, mineradoras e fornecedores, criando um padrão de carregamento seguro que poderá ser adotado rapidamente, contribuindo de forma significativa para nossas metas de reduções de gases do efeito estufa.

Desde o dia 18 de maio, empresas, profissionais e startups poderão se inscrever para propor soluções para a questão: como tornar viável o uso de caminhões elétricos movidos nas operações de mineração de superfície?

Conheça mais sobre o Charge On Innovation Challenge

Em 2019, a Vale anunciou sua nova meta de reduzir em 33% das emissões absolutas dos escopos 1 e 2 até 2030, em relação aos níveis de 2017, e para se tornar neutra em carbono até 2050. A empresa acredita que esse tipo de cooperação é essencial para encontrar soluções para trazer as emissões para menos de dois graus Celsius, de acordo com o Acordo de Paris.

  Prazo para inscrição em programa de trainee da mineradora Vale termina esta semana

Alcançar a neutralidade de carbono exigirá ampla colaboração de toda a indústria para que possamos, juntos, criar um futuro mais sustentável.

O desafio “Charge On” está sendo conduzido em parceria com a Austmine, associação de indústrias do setor de Equipamentos, Tecnologia e Serviços de Mineração da Austrália, e é iniciativa do programa de mudanças da matriz energética da Vale – PowerShift. Para maiores informações acesse o site

Deixe uma resposta

Leia mais