Centaurus confirma alto teor de níquel e cobalto no projeto Itapitinga em São Felix do Xingu

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

O projeto Itapitanga, da Centaurus Metals, que fica a 50 quilômetros de São Félix do Xingu (PA) apresentou interseções com teor de mais de 1% de níquel e até 0,41% de cobalto.

Segundo informações divulgadas pela mineradora nesta quarta-feira (29), os dados fazem parte dos primeiros ensaios da campanha inicial de sondagem de circulação reversa (RC) que confirmam a descoberta de níquel de alta qualidade significativa e mineralização de cobalto.

O diretor-gerente da Centaurus, Darren Gordon, disse que os resultados iniciais do ensaio confirmaram a presença de espessuras significativas de mineralização superficial e de alto teor de níquel e cobalto em uma área extensa.

“Este é exatamente o começo que estávamos esperando. Temos visto mineralização de alta qualidade em todos os furos, com vários furos também delineando uma classificação de cobalto de alta qualidade acima de 0,20% Co”, disse ele em nota divulgada hoje.

A companhia recebeu resultados dos primeiros 15 furos RC do alvo Norte, onde a sondagem por trado delineou um alvo de laterita de níquel-cobalto de alta qualidade com um filão de 3,3 quilômetros e larguras entre 300 e 600 metros. A Centaurus diz que a sondagem continua no alvo Norte, onde mais 17 furos foram concluídos.

“Temos mais de cinco quilômetros de camada mineralizada com mais de 500 metros de largura em alguns lugares, então agora se trata de entender a profundidade e o teor de mineralização nessa vasta área. Nossa Fase 1 de sondagem fará isso e nos colocará em uma posição melhor para podermos entender o quão grande Itapitanga pode ser”, afirmou Gordon.

  Confira como votou cada deputado do Pará sobre valor fixo do ICMS nos combustíveis

Os resultados iniciais da perfuração confirmaram a ocorrência de mineralização de laterita de níquel e cobalto a partir da superfície. “A mineralização de níquel-cobalto de alta qualidade, que compõe a maior parte do perfil mineralizado, é hospedada em laterita ferruginosa (limonita-goethita). O asbolano rico em cobalto (um mineral marrom escuro rico em óxido de cobalto-manganês) é frequentemente visível em toda esta zona”, diz a mineradora.

“A natureza superficial, consistência e teor de mineralização também é um bom augúrio, tanto para nossa capacidade de calcular rapidamente os recursos Jorc quanto para determinar o potencial econômico futuro do depósito”, declarou.

Uma vez que a primeira fase de sondagem for alvo Norte, a sonda se moverá para o alvo Sul, onde a sondagem espera encontrar mineralização similar de níquel-cobalto laterítico de alto teor. O alvo Sul é um recurso magnético de cerca de 2 quilômetros de comprimento com até 400 metros de largura.

Os teores de cobalto e níquel dos primeiros resultados, consideradas excelentes pela Centaurus, têm intervalos de 1 metro retornando consistentemente teores de cobalto superiores a 0,15% e que chegam a 0,41%. Além disso, os teores de níquel correspondentes estão em torno de 1% de níquel e tão alto quanto 4,14% de níquel.

A profundidade do perfil mineralizado interceptado na sondagem chegam a 24 metros, com uma profundidade média de 12 metros. Os teores de níquel e de cobalto são geralmente consistentes em seções com a mineralização cruzada até a data de até 550 metros de largura e permanecendo aberta para noroeste.

  De 20 vagas de Mecânico a 40 de montador: Confira todas as vagas do Sine de Canaã

Os proprietários de terras dizem que parte das áreas que agora estão cobertas com água geralmente estarão secas no final de junho. Em vista disso, a companhia diz que pretende sondar essas áreas tão logo tenha acesso

Os destaques dos primeiros resultados do ensaio incluem: 24 metros @ 0,94% de níquel e 0,08% de cobalto, a partir da superficie; 18 metros @ 1,05% de níquel e 0,11% de cobalto, a partir da superficie; 15 metros @ 0,93% de níquel e 0,07% de cobalto a partir de 1 metro; 14 metros a 1,73% de níquel e 0,05% de cobalto a partir de 4 metros; 13 metros @ 1,08% de níquel e 0,17% de cobalto de 2,0 metros; 13 metros @ 0,87% de Ni e 0,12% de Co, a partir da superficie; 12 metros a 0,94% de Ni e 0,19% de Co a partir de 2 metros; 9 metros a 0,77% de Ni e 0,23% de Co a partir de 2 metros; 8 metros a 0,97% de Ni e 0,12% de Co a partir da superficie.

Teste Metalúrgico

Amostras foram enviadas para a Simulus Engineers, em Perth, para testes preliminares de lixiviação. A Simulus Engineers faz testes para as plantas-piloto e em desenvolvimento de projetos da Australian Mines e da Ardea Resources. A mineralização níquel-cobalto de alto teor encontrado em Itapitanga é susceptível ao processamento conhecido como HPAL, de lixiviação ácida sob alta pressão. Com informações da Notícia da Mineração.

 

 

Deixe uma resposta

Leia mais