Cabral inicia segunda fase do programa de Sondagem em projeto de ouro

Localização de zonas mineralizadas (amarelo) e recursos (vermelho) na área central de Cuiú Cuiú (Imagem: Reprodução / Cabral)

A empresa Cabral que dispõe do projeto o chamado Cuiú Cuiú, localizado na região de Tapajós, destinado à extração de ouro anunciou nesta semana o início de um programa de acompanhamento de perfuração de diamante no Projeto Cuiú Cuiú.

Segundo a empresa o programa de Fase II foi concebido para estender e confirmar a continuidade de alto grau intercepta mineralizado.

A empresa reforçou que a zona é composta por uma estrutura de veias de alta qualidade com tendência, cercada por um envelope de qualidade inferior, que parece ser contínuo por pelo menos 450m ao longo da batida e em profundidade.

Alan Carter, Presidente e CEO comentou: “Historicamente, o foco da perfuração em Cuiú Cuiú estava na identificação de grandes depósitos de ouro mineráveis ​​a granel de baixo teor, e é claro que o projeto possui extensas zonas desse estilo de mineralização. No entanto, nosso trabalho recente revelou que as zonas de mineralização de baixo teor tanto na Central quanto na MG e nossa nova descoberta em Machichie envolvem zonas centrais de mineralização de grau significativamente mais alto. As evidências sugerem que essas zonas de alto grau têm continuidade lateral e vertical. O programa de perfuração da Fase II foi projetado para confirmar ainda mais isso enquanto trabalhamos para a próxima estimativa de recursos”.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta