Prefeitura de São Luís inicia montagem da Passarela do Samba no Anel Viário

Divulgação/Agência São Luiz

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Prefeitura de São Luís deu início nesta semana à montagem da estrutura da Passarela do Samba, no Anel Viário. O trabalho integra o conjunto de ação que a Prefeitura de São Luís, em parceria com o Governo do Estado, promove para assegurar a realização do Carnaval com grande sucesso de público, garantindo organização, segurança e conforto aos brincantes. No espaço da Passarela acontecem os concursos de blocos tradicionais, escolas de samba, blocos organizados, blocos afros e tribos de índios.

Este ano a estrutura será ampliada em relação aos anos anteriores com o acréscimo de mais 15 frisas ao conjunto de espaços destinados ao público. A estrutura da Passarela do Samba ocupa uma extensão de 200 metros de pista com seis arquibancadas montadas ao longo da avenida com capacidade para receber até 10 mil pessoas.

O número de camarotes será o mesmo do ano passado: 26, cada um com capacidade para até 20 pessoas, além do espaço institucional para acolher até 140 pessoas. A estrutura da passarela conta ainda com sete cabines destinadas aos jurados, além de espaço com acessibilidade destinado a pessoas com mobilidade reduzida e idosos.

Nas imediações da passarela também serão instalados banheiros químicos, central de atendimento de urgência para casos de saúde, barracas de bebidas e comidas em seu entorno e área de concentração de agremiações.

A abertura oficial do espaço acontece na sexta (1º de março) e a programação se estende até a Quarta-Feira de Cinzas (6 de março). “Nós estamos com o cronograma de montagem da Passarela do Samba em dia. A previsão é de grande participação da população no Carnaval de Passarela 2019, com preocupação especial com as pessoas com deficiência, dificuldade de locomoção e idosos. Este ano, teremos 500 lugares na área preferencial da Passarela, quatro cuidadores e quatro intérpretes de Libras nos cinco dias de evento, além de campanhas que serão realizadas no local para a garantia e valorização dos direitos destes cidadãos”, disse o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão.

Paralelamente à montagem da estrutura metálica, a Prefeitura trabalha com a colocação das torres de iluminação exclusivamente instaladas para atender às necessidades do evento. Em conjunto, estas torres garantem iluminação em torno de 185kW de potência. A execução da montagem de iluminação é da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp). Nas proximidades do circuito do destile das agremiações carnavalescas, a Semosp realiza requalificação asfáltica das vias.

ACESSIBILIDADE

Com a finalidade de garantir acesso a todos os públicos no Carnaval de Passarela, a Prefeitura de São Luís vai promover acessibilidade a pessoas com baixa mobilidade e também idosos. Para a Passarela do Samba, foi estabelecida uma parceria com o Projeto Travessia, realizado pela Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (Mob), que vai oferecer transporte especial gratuito para pessoas com deficiência, usuária de cadeira de rodas. O serviço vai levar 15 cadeirantes por dia durante os dias do Carnaval. Cada van do Travessia comporta quatro cadeirantes, quatro acompanhantes e dois deficientes visuais.

Para os idosos, a Prefeitura vai reforçar as ações para a valorização deste público. Na Passarela do Samba serão destinados 500 lugares na área preferencial e ainda quatro cuidadores e quatro intérpretes de libras nos dias de evento, além de campanhas que serão realizadas no local para a garantia e valorização dos direitos destes cidadãos.

PROGRAMAÇÃO

Na terça-feira (12), a Prefeitura de São Luís divulgou a programação oficial da Passarela do Samba. Na sexta-feira (1º de março), a partir das 18h, a festa começa com apresentações de tambor de crioula na Tenda do Tambor. Também às 18h acontece desfile das tribos de índios e de blocos tradicionais do Grupo B, a partir das 20h.

No sábado (2), a partir das 18h, se apresentam grupos de tambor de crioula na Tenda do Tambor. As tribos de índios e os blocos tradicionais do Grupo A fecham a noite. Já no domingo (3), a partir das 18h, se apresentam grupos de tambor de crioula na Tenda do Tambor. Às 18h30, desfilam os blocos organizados e logo depois, se apresentam alegorias e turmas de samba. Neste dia também começam os desfiles das escolas de samba.

Na segunda-feira (4), a partir das 18h, se apresentam grupos de tambor de crioula  e blocos organizados, seguidos pelas turmas de samba. Logo após escolas de samba encerram a noite.

A terça-feira (5), último dia de desfiles na Passarela, tem apresentações de tambor de crioula, blocos afro  e o encerramento oficial com o Baile Popular do Blocão do Bicho. Na Quarta-Feira de Cinzas (6), às 14h, será a apuração dos concursos realizados na Passarela do Samba, com local ainda a definir. A programação completa pode ser acessada no site da Prefeitura (http://agenciasaoluis.com.br/noticia/23013/)

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta