Mia Khalifa é convidada a voltar para a indústria pornô e divulga resposta nas redes sociais: ‘Que tal você perguntar para a sua filha em vez de mim?’ – Portal Canaã

Mia Khalifa é convidada a voltar para a indústria pornô e divulga resposta nas redes sociais: ‘Que tal você perguntar para a sua filha em vez de mim?’

A ex-atriz e agora digital influencer, Mia Khalifa, ainda precisa lidar com os efeitos que apenas dois meses de indústria pornográfica deixaram na sua vida.

Nascida em Beirute, no Líbano, a jovem tinha apenas 21 anos quando entrou para a indústria pornô em 2014 e rapidamente passou a ser uma das atrizes mais procuradas no site de conteúdo adulto Pornhub.

Quatro anos após o sucesso, ela tenta desvencilhar seu nome da antiga carreira, mas ainda não consegue.

Recentemente, ela recebeu uma mensagem no WhatsApp do representante de um produtor de vídeos adultos, convidando-a para voltar a fazer algumas gravações.

Uma publicação compartilhada por Mia K. (@miakhalifa) em

Mia, não só publicou no Instagram um print da mensagem, como explicou sua decisão de não voltar para a indústria: “Poderia estar morrendo de fome na rua ou vivendo atrás de uma lixeira do Starbucks, mas mesmo assim diria ‘não’ a essa proposta. Nunca mais volte a me enviar uma mensagem”.

A jovem explicou que o convite veio de uma empresa a qual ela esteve vinculada quando ainda fazia filmes pornôs e revelou que eles ainda usam a sua imagem relançando “compilações” de vídeos seus e isso a impede de seguir em frente.

Atualmente, Mia é a garota propaganda de anúncios de alguns restaurantes e marcas de alimentos. Ele também usa seu fanatismo pelo esporte para comentar sobre futebol, basquete e beisebol.

“Isso mostra o quão ingênuas que essas pessoas repugnantes são: Já falei em inúmeras ocasiões e em uma série de publicações para solidificar meu arrependimento, vergonha e desprezo por tudo relacionado com a indústria e eles ainda pensam que dinheiro é o mais importante ou o necessário para me fazer reconsiderar”, compartilhou nas redes sociais.

“Um erro que cometi aos 21 anos quase arruinou minha vida e, felizmente, recolhi os pedaços e segui em frente. Eu não cometo o mesmo erro duas vezes. Para todos e quaisquer pedidos futuros como este: Que tal você perguntar a sua filha em vez de mim? Certamente o dinheiro será ótimo para ela”, acrescentou Mia.

COMENTAR VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.