Técnicas de gravura na programação da Casa da Cultura de Canaã

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
A Casa da Cultura é um centro cultural mantido pela Vale e oferece atividades gratuitas a comunidade

No mês da Consciência Negra, a Casa da Cultura de Canaã dos Carajás usa a arte para mostrar que a história do povo africano continua viva. Assim, por meio da poesia, da contação de histórias e de espetáculos musicais, a instituição reconhece às contribuições da população negra para a formação da identidade e contribui para a valorização do negro na sociedade brasileira. E é nesse cenário que surge a oficina de gravura afroamazônida, que está com inscrições abertas até o dia 23 de novembro.

Realizada em duas etapas: uma teórica, no dia 23, e outra prática, no dia 30, sempre às 20h. A programação será comandada pela artista plástica Glauce Santos, mestranda do programa de pós-graduação em Artes da Universidade Federal do Pará (UFPA), que debaterá a importância das gravuras como forma de comunicação humana e ensinará técnicas básicas de xilogravura, um dos métodos mais antigos da arte.

Para se inscrever basta enviar mensagem ou ligar para um desses números: (94) 99160-8186 e (94) 99220-3451. Os alunos terão direito a certificado ao final das aulas.

Protagonismo negro

As oficinas integram a programação da Casa da Cultura de Canaã dos Carajás alusiva ao Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, comemorado no dia 20 de novembro. Neste mês, todas as atrações são protagonizadas por artistas afrodescendentes e, em sua maioria, versam sobre a temática negra.

  Lago recreativo de Canaã dos Carajás está quase concluído

 

Deixe uma resposta

Leia mais