Sicredi emite nota após assalto em Canaã dos Carajás


Assalto a agências bancárias em Canaã dos Carajás Foto: Yuri Gonçalves

Era por volta das  2h30 da madrugada desta segunda-feira, 03, quando uma quadrilha fortemente armada assaltou as agências do Banco do Brasil e Sicredi em Canaã dos Carajás.

Quem passava na frente dos dois prédios localizados na Avenida Weyne Cavalcante no momento da ação era tomado como refém. Ainda não se sabe ao certo a quantidade de pessoas que integravam o bando, no entanto, imagens feitas por um morador no momento do assalto, mostram que a todo momento os assaltantes agiam com truculência e disparando vários tiros afim de intimidar quem quer que se aproximasse.

Fuzis e explosivos foram utilizados para destruir as duas agências e roubar o dinheiro dos caixas eletrônicos.

A audácia dos bandidos foi tamanha, que, enquanto parte dos criminosos atacava as agências bancárias, a outra metade se dividiu para atacar o Batalhão da Polícia Militar. Além de disparar várias vezes contra o Batalhão, no portão que dá acesso ao prédio, abandonaram um veículo com o objetivo de impedir a saída de viaturas policiais. Parte do grupo também se deslocou para a delegacia de Polícia Civil, também na tentativa de intimidar e inibir qualquer ação que pudesse interromper o assalto, por lá não foi feito nenhum disparo.

Após a ação criminosa que deixou marcas de destruição por todos os lados, a quadrilha, sem deixar pistas,  fugiu em vários veículos levando um grande quantidade de dinheiro. Os reféns também foram levados e usados como escudo humano. A polícia realiza busca pelos criminosos, a expectativa é que grupos especializados em roubos à banco cheguem na cidade para ajudar nas investigações. Nas redes sociais, a quadrilha foi chamada de “novo cangaço”.

Em nota enviada ao Portal Canaã, o Sicredi informou, que na madrugada desta segunda-feira, 3 de dezembro, por volta das 2h30, houve um ataque com uso de explosivos na agência Canaã dos Carajás (PA). A Polícia Militar foi acionada imediatamente e as autoridades policiais estão investigando o ocorrido contando com total apoio da cooperativa na apuração dos fatos. Não há levantamento preciso da quantia levada e dos prejuízos causados pela ação.

Ainda segundo o Sicredi a agência ficará fechada para reparos, porém a cooperativa trabalha para que o atendimento seja reestabelecido o mais rápido possível. Consultas e transações bancárias poderão ser realizadas pelos associados por meio do Sicredi Mobi, aplicativo disponível para smartphones e tablets, e pelo site www.sicredi.com.br (Internet Banking). Os associados também poderão ser atendidos nas duas agências do Sicredi em Parauapebas, nos bairros Cidade Nova e Cidade Jardim.

A instituição financeira cooperativa reforça que investe continuamente em segurança com o objetivo de proteger as pessoas, o patrimônio e para atender às necessidades dos seus associados e da comunidade onde atua.

Reportagem: Silvia Lopes

COMENTAR COM FACEBOOK

Sem opiniões:

Deixe uma opinião:

O seu endereço de e-mail não será publicado.