Saiba como Canaã dos Carajás está se preparando para atender casos de coronavírus

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Hospital 5 de Outubro | Foto: Jorge Clésio
Hospital 5 de Outubro | Foto: Jorge Clésio

Capacitar a equipe para realizar o atendimento correto e seguro a pacientes com suspeita ou confirmado para coronavírus (covid-19), tem sido uma rotina constante no Hospital 5 de Outubro, em Canaã dos Carajás (PA). A unidade, gerenciada pela Pró-Saúde, realizou a capacitação de profissionais para todas as etapas de utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). A paramentação é o nome do processo que corresponde à troca de vestes (roupas pessoais), por vestimentas mais adequadas, para se entrar em áreas como laboratórios e salas de cirurgias. Outros treinamentos foram sobre a técnica correta de higienização das mãos e fluxo de atendimento ao paciente com síndrome respiratória aguda grave, além de promover ações de valorização dos colaboradores que estão na linha de frente.

Atendimento no 5 de Outubro

Segundo a enfermeira do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), Vitória Barros, as iniciativas que começaram a acontecer na última semana de março são essenciais para o controle da disseminação do vírus e segurança dos atendimentos realizados na unidade, tanto para colaboradores e usuários do serviço.

“Reforçamos com os colaboradores várias práticas que já eram exercidas no 5 de Outubro, agora voltadas para o atendimento ao paciente com suspeita ou confirmado de covid-19, definimos um fluxo de atendimento específico, enfatizamos as formas de transmissão da doença e como podemos quebrar essa cadeia”, explicou.

Veja também:  Sespa anuncia 6 mil recuperados de Coronavírus no Pará

Hoje, na unidade, o atendimento ao paciente com sintomas gripais está sendo realizado de forma separada. Há uma recepção, consultórios, sala de medicação e observação específicas. Visando identificar de forma precoce pacientes com suspeita de coronavírus.

A paramentação e uso de EPI de forma correta é de extrema importância para preservar a saúde do trabalhador. “Preparamos um treinamento para que os profissionais executem essa atividade evitando a auto-contaminação e até contaminação dos ambientes”, disse Vitória.

Devido a forma de transmissão do novo coronavírus, por meio de gotículas, como espirro, tosse e secreção de vias aéreas, contato próximo e de áreas tocadas pelo paciente contaminado, a unidade adotou a utilização de máscaras pela equipe que está na linha de frente. “Além disso em todos os nossos treinamentos foi reforçada a higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel, sempre após o contato com o paciente e após contato com áreas próximas ao paciente”, frisou a profissional.

Diariamente a Comissão de Crise e Combate ao coronavírus se reúne e avalia como estão sendo os atendimentos e o fluxo, se houve algum caso suspeito e se é necessária a mudança de alguma rotina. Sempre com a intenção de garantir a segurança dos pacientes, sendo ele suspeito/confirmado de coronavírus ou não.

Veja também:  Prefeito de Canaã dos Carajás testa positivo para o novo coronavírus

Valorização dos profissionais de saúde

Também pensando na valorização dos profissionais que estão na linha de frente, homenagens como uma apresentação musical em frente aos setores e entrega de chocolates com mensagens de força, coragem e agradecimento foram realizadas para reconhecer o trabalho desses colaboradores.

O Hospital 5 de Outubro foi fundado pela empresa Vale e projetado para apoiar as operações da Mina Sossego e a implantação do projeto S11D. A unidade é gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, desde 2006.

Com uma estrutura de pequeno porte e capacidade para atender casos de até média complexidade, a unidade congrega ambulatório para consultas eletivas, Pronto Atendimento 24 horas, instalações de internação com enfermarias e apartamentos individuais e suporte diagnóstico em diversas especialidades.

Em fevereiro de 2019, a unidade foi certificada pelo Programa Nacional da Qualidade (PNQ), concedido pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), que reconhece a qualidade e segurança da assistência.

Deixe uma resposta

+ Sobre

Coronavírus

Ultimas notícias