Prisões por embriaguez ao volante, posse de arma de fogo e acidente envolvendo ônibus são registrados em Canaã dos Carajás

Foto: Júnior Gomes

Era por volta das 17h desta quarta-feira, 8, quando uma viatura da Polícia Militar chegou ao acampamento Serra Dourada localizado na VS-40, Zona Rural de Canaã dos Carajás. A guarnição foi acionada por uma moradora identificada como Deuzimar Oliveira de 42 anos, segundo relatos da mulher, o marido Josélio Sousa havia sofrido ameaças de morte por outro morador que foi até a residência do casal. Na ocasião, Deuzimar disse que o homem usava uma arma e havia e efetuado um disparo para o alto. De posse da denúncia, os militares se dirigiram até a casa de Renato Sérgio Pacheco de 40 anos também morador da localidade. Lá chegando, encontraram o homem e uma arma de fogo calibre 36 de fabricação caseira, mais conhecida como porfora. Renato foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil. Ele vai responder por dois crimes, posse ilegal de arma de fogo e disparo, somados os dois crimes, o acusado pode pegar até sete anos de prisão.

A reportagem do Portal Canaã conversou com a esposa de Renato, Ana Alice, que esteve na delegacia na manhã desta quinta-feira, 9, ela informou que tudo começou por que o companheiro já estava farto de ter seus pertences roubados por Josélio e que havia bebido durante a tarde e resolveu tirar satisfação como o vizinho de acampamento. “Já faz tempo que ele vem roubando uma coisa aqui e outra ali de todos os moradores lá do acampamento. Quando foi ontem, o meu marido bebeu e resolveu falar “umas verdades” na cara dele. Mas o meu marido não foi armado, a arma ele só usou quando já estava em casa que foi quando ele atirou pra cima, mas em momento algum ele ameaçou ninguém”, disse. “O meu marido é uma pessoa trabalhadora, muito conhecido na cidade e todos sabem que ele é incapaz de fazer mal a alguém”, continuou.

Ainda na quarta-feira, 8, Mateus Victor Arraes Mesquita viu o sol nascer quadrado em Canaã dos Carajás. Era por volta de meia noite quando o jovem de 20 anos foi preso, sobre ele, pesa a acusação de embriaguez ao volante. Segundo relatos da Polícia Militar que fazia rondas de rotina em torno da Avenida Weyne Cavalcante foi por um triz que a viatura em que estavam não foi atingida por um veículo que trafegava em alta velocidade. O condutor perdeu o controle e o carro seguiu em direção à viatura. Imediatamente os militares constaram que o condutor dirigia embriagado e o conduziram para a delegacia de Polícia Civil onde Mateus permanece preso aguardando a justiça definir o valor de sua fiança.

Outro caso

Os passageiros de um ônibus da empresa Boa Esperança que fazia a linha Belém-Canaã passaram por um sufoco na manhã desta quinta-feira, 9. O veículo se aproximava de uma rotatória de acesso ao município de Canaã dos Carajás quando foi atingido por um carro de passeio que invadiu a preferencial. “Eu ainda buzinei, joguei luz, mas o carro não parou e invadiu a minha mão. Tinha passageiro que estava dormindo na hora e levou um susto”, explicou o motorista do ônibus Aurécio Araújo.

O carro que atingiu o ônibus era conduzido por uma mulher que ainda não foi identifica, uma vez que ela deixou o local, mas antes, bateu em outros dois veículos que também seguiam pela PA-160. “Eu desci pra ver se estava tudo bem com ela e também entender o que tinha ocorrido, mas quando a procurei, ela já tinha ido embora. Pra minha sorte, o ônibus tem as câmeras de segurança que registraram tudo e podem provar que ela estava errada”.

Embora ninguém tenha se ferido, um Boletim de Ocorrências foi registrado.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta