Oficinas e musicais estão na agenda da Casa da Cultura de Canaã

Oficina de miriti segue até sexta-feira, 8

As diversas manifestações culturais são destaques da Casa da Cultura de Canaã em novembro. O que as suas mãos podem criar? A Oficina de Artesanato com Miriti abre a programação deste mês para ensinar aos participantes a transformar o miriti, palmeira nativa de áreas alagadiças, em cobra, canoa, pássaro, cata-vento e outros. A oficina com o mestre artesão Valdeli Costa segue até sexta (8).

Sábado (9), é dia do projeto Show de Casa e vai dar samba. O grupo Samba Tudo traz o ritmo tipicamente brasileiro, acompanhado daquela feijoada. A iniciativa apresenta artistas locais e oferece pratos típicos do ritmo tocados no dia. O show é sempre às 20h.

Em novembro também tem palestra na programação da Casa da Cultura. No dia 14, o professor Agenor Sarraf da UNIFESSPA fala sobre “Cultura Nortista: Identidades, Saberes e Religiosidades Afroindígenas na Amazônia”, mostrando a importância da profusão histórica e cultural do povo da Amazônia.  A palestra acontece no Auditório da Casa da Cultura, às 19h.

A oficina MuKuiú reúne saberes do candomblé e capoeira angola, propiciando aos participantes uma experimentação de teatro e dança afro-brasileira. A oficina será realizada de 18 a 21, às 19h, com os oficineiros Carmem Virgolino e Michel Amorim vindos de Belém. Na sexta (22), também às 19h, é a vez da Companhia Lama apresentar ao público o espetáculo MuKuiú, um espetáculo de dança – teatro com matriz africana.

Para marcar o encerramento das atividades deste ano, os alunos das cinco modalidades da Escola de Música da Casa da Cultura farão o IV Recital Musical no dia 23, às 19h30. Toda a comunidade está convidada para prestigiar a evolução dos alunos no ensinamento da música.

Às terças do mês serão marcadas por histórias e saberes dos pioneiros e cidadãos que formaram a cidade da Canaã dos Carajás. As rodas de conversa com pioneiros acontecem às 16h, dentro do acervo histórico da Casa, que recebe, em novembro, Francisco Teixeira, Edna Alves, Josenilton Nascimento e Agna Maria.

De segunda a sábado, o público também pode conferir a exposição Natural de Onde Venho, que continua em cartaz até 17/12. A mostra reúne doze quadros produzidos pela professora Celeste Mendes da Silva em conjunto com os alunos da Escola Teotônio Vilela, de Canaã dos Carajás. As obras exaltam a importância de se atentar no espaço em que vivemos e a preservação da natureza.

O projeto Cinema na Rua! traz o filme “Caminhos do Coco”. A produção mostra os rumos que esse ritmo da cultura popular ganhou por seis estados do Nordeste desde a sua origem. E exibição será no dia 27, às 19h, na EMEF Carmelo Mendes da Silva.

Todas as atividades e eventos são gratuitos, e estão sujeitos à lotação do espaço. A Casa fica localizada na Rua das Esmeraldas, 141, no bairro Jardim das Palmeiras.

Casa da Cultura de Canaã

A Casa da Cultura é um centro cultural gerido pela Fundação Vale e mantido pela Vale, por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cidadania, com o objetivo de contribuir com a democratização de acesso à cultura e valorização das mais diversas manifestações e expressões artísticas da região.

O espaço conta ainda com uma Sala de Leitura com mais de 5 mil livros. Toda sexta tem contação de história, às 10h e 16h. A atividade estimula a imaginação, a criatividade e a oralidade, incentiva o interesse pela leitura e a formação intelectual e social das crianças participantes. 

Nas terças e quintas, a Oficina de Teatro explora a imaginação criativa dos alunos para um primeiro contato com as artes cênicas, improvisação e atuação. As atividades acontecem de 14h às 18h e de 18h às 22h.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta