RECORDE: Terceira remessa de Royalties já está nos cofres de Canaã dos Carajás

Exclusivo

Banco do Brasil - Canaã dos Carajás - Imagem: Jorge Clésio

Os projetos de Mineração  Sossego e S11D vem rendendo bastante aos cofres de Canaã dos Carajás. Só em 2018 foram R$177 milhões pagos pela empresa Vale ao Município. E, 2019 inicia com força.

No mês de Janeiro,  Canaã recebeu mais de R$22,4 milhões de royalties das minerações Sossego e S11D, sendo a último o maior projeto de mineração do Mundo. Já o mês de fevereiro veio com uma pequena baixa, mas o município abocanhou, ainda, R$19,6 milhões, segundo a Agência Nacional de Mineração. Este mês, março, caiu nos cofres do município o valor de R$25,4 milhões.

O Valor só é menor que o mês de Julho de 2018, em que o município recebeu R$29 milhões.

Mesmo disponível, Portal da Transparência de Canaã dos Carajás continua desatualizado

Essas receitas deverão ser aplicadas em projetos, que direta ou indiretamente revertam em prol da comunidade local, na forma de melhoria da infra-estrutura, da qualidade ambiental, da saúde e educação. E, não poderão ser aplicados em pagamento de dívida ou no quadro permanente de pessoal, segundo a legislação.

Repasse da compensação por mês:

Janeiro: 22.444.161,31

Fevereiro: 19.696.362,11

Março: 25.465.086,50


Total: 67.605.609,92

Milionária

Abaixo de Parauapebas, Canaã dos Carajás é o município que mais recebe royalties no Pará. Nestes dois meses, Parauapebas já recebeu R$131 milhões.


O que é o Cfem?

A Contribuição Financeira pela Exploração Mineral (CFEM), popular Royalties da Mineração, são creditados com recursos da CFEM, nas respectivas Contas de Movimento Específicas do Município, no sexto dia útil, que sucede ao recolhimento por parte das empresas de mineração.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta