Canaã Dos Carajás

Mais de 48 mil pessoas já se vacinaram com pelo menos uma dose em Canaã dos Carajás

Mais de 50% já tomaram as duas doses

A Secretaria de Saúde de Canaã dos Carajás divulgou novos dados da vacinação contra a Covid-19 no município. Até o momento, 48.155 pessoas já se vacinaram com pelo menos uma dose do imunizante contra a doença. Isso representa, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 105,1% da população local com a primeira dose no braço.

A Semsa também divulgou que 25.980 pessoas tomaram as duas doses do imunizante. Ou seja, até hoje, 53,9% da população de Canaã está com o esquema vacinal completo da doença.

O avanço da vacinação é refletido nos bons números de combate à Covid em Canaã. Há quase 90 dias, nenhum óbito foi registrado no município. Além disso, é importante destacar que 98% das pessoas que perderam a vida em decorrência da infecção não tinham completado o esquema vacinal.

Cuidados ainda são necessários

Apesar dos bons números em relação a óbitos, é preciso ressaltar que a Covid não acabou. Em novembro, Canaã registrou 177 novos casos da doença, três vezes mais que em outubro, que registrou apenas 55 casos – menor índice desde o início da pandemia. Em comparação a novembro de 2020, os números também estão mais altos: àquela ocasião, 118 casos registrados.

Apesar disso, também é fundamental destacar que a vacinação é fundamental para evitar casos graves da doença, que não têm sido registrados.

A Semsa lembra que cuidados como o uso de máscaras, distanciamento social e higiene das mãos continuam sendo essenciais no cotidiano.

A vacinação continua

O aumento dos casos pode ser explicado pelo déficit da procura pela segunda dose da vacina. Até aqui, 22.693 pessoas que tomaram a primeira dose ainda não voltaram para tomar a segunda.

A vacina da Pfizer, que estava em falta, já está disponível nas Unidades de Saúde. Ou seja, quem tomou a primeira dose do imunizante deste laboratório, deve procurar a sua unidade para completar o esquema vacinal. A meta é que 100% da população esteja vacinada o quanto antes.

Quanto mais imunizada a população estiver, no mais curto espaço de tempo possível, mais protegido o município estará contra o avanço de novas variantes.

Compartilhar
Por
Redação