Josemira Gadelha realiza live para discutir Canaã dos Carajás como “Cidade Inteligente”

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Josemira Gadelha e Professores Discutem Projeto de Cidade Inteligente

Hoje(2) aconteceu uma Live no Facebook de discussão do projeto que pretende transformar Canaã dos Carajás em uma cidade inteligente. O assunto gira em torno do convênio realizado entre a Prefeitura Municipal e as universidades USP (Universidade de São Paulo) e UFPA (Universidade Federal do Pará).

O tema do encontro virtual foi sobre “Novas tecnologias e Cidades Inteligentes” onde participaram a candidata a prefeitura de Canaã, Josemira Gadelha e dois professores da área de tecnologia, sendo eles: Professor André de Carvalho, titular do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da USP e Professor Renato Frances, titular da Faculdade de Engenharia de Computação da UFPA.

Josemira participou como intermediadora, realizando perguntas e interagindo com os internautas que também podiam participar fazendo questionamentos.

O Professor, André, questionado por, Josemira, deu exemplo de cidades inteligentes no Brasil e no Mundo, como Barcelona e Espanha, onde afirmou ser um modelo no mundo; Curitiba, como modelo de transporte público e Niterói, que segundo o professor tem investido pesado em interconectividade. Disse ainda que, assim como outras cidades que estão engatinhando, Canaã pode ser um exemplo para o Brasil.

Josemira questionou os professores sobre Canaã dos Carajás, de como esse projeto pode ajudar os jovens de baixa renda e do interior. Os professores deram exemplo da saúde, educação e empregabilidade.

Sobre empreendedorismo jovem, os professores falaram que essa é uma das metas:

“Todo projeto de cidade inteligente, como se pretende implantar em Canaã ele tem um viés de atendimento imediato das necessidades do Cidadão. Segurança Pública, vai a ver um série de câmeras espalhadas pela cidade; Pessoas com Hipertensão serão monitoradas; Poderíamos estar monitorando a pandemia através de câmeras que medem a temperatura corporal;” comentou Renato.

Renado Frances, que é coordenador dos Instituto que celebrou o convênio com a Prefeitura, falou de um segundo momento, que também seria ‘quase imediato’, onde seria formado recursos humanos que seria a herança do município. Tais pessoas que seriam responsáveis por desenvolver todas as tecnologias, que segundo ele são infinitas.

“A ideia de Canaã é que essa plataforma fenomenal que presta serviços para a sociedade, possa também ser um indutor de emprego e renda”

Josemira relembrou ao Professor André, que é da USP, que aplicativos como 99 Táxi e ifood nasceram dentro da universidade. E, perguntou como se deu esse processo.

“Os alunos tiveram a ideia, os professores acharam interessante e arrumou espaço nos laboratórios para os alunos colocarem aquela ideia em prática. E, dalí saiu a empresa. Espero que essa mesma coisa acontece aí [canaã] também.”, enfatizou professor André.

 

“A gente sempre espera, torce e conclama toda a juventude pra esse projeto. É maravilho. A gente quer que dê certo para todos: o empresário, idoso, agricultor e empreendedor.”, disse Josemira.

 

“Isso é perfeitamente possível e é uma das metas. Ela tem que ser o máximo possível transversal. Ele não é só para os jovens, é para todos. Ele tem que abarcar todas as classes, a ideia é tecnologia para todos os níveis e todas a frentes.”, enfatizou professor Renato.

Todo o encontro virtal pode ser assistido aqui.

 

Deixe uma resposta

+ Sobre