Josemira Gadelha anuncia ‘LockDown’ em Canaã dos Carajás

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Na tarde desta terça-feira(23) a prefeita de Canaã dos Carajás, Josemira Gadelha, anunciou novas medidas  de enfrentamento à covid-19 no município. A proposta da governante é acompanhar o que vem fazendo o município vizinho, Parauapebas, restringir as atividades do municípios apenas às essenciais.

O Decreto passará a vigorá já nesta quarta-feira(24) às 00h.

As principais medidas estão sendo anunciadas pela Prefeita e serão atualizadas aqui.

Entenda o Decreto:

  • O Decreto durará por 12 dias;
  • Proibido a circulação de pessoas, salvo por força maior; somente 1 pessoa da família.
  • Somente atividades essenciais poderão funcionar;
  • Barreiras sanitárias nas entradas e saída de Canaã
  • Delivery funciona sem restrição de horários;
  • Atividades religiosas presenciais estão suspensas, salvo trabalho de assistência social.

O Decreto também prevê multas diárias para quem desobedecer as medias estabelecidas:

  • Pessoas Jurídicas: R$10 mil
  • Micro Empresas: R$5 mil
  • Físicas e Mei: R$150

“Chegamos ao ponto de não ter pra onde transferir nossas pessoas”, disse Josemira

Veja o decreto na íntegra

“Estou tomando essa decisão como uma pessoa solidária Às pessoas que estão perdendo seus entes queridos. Sempre em favor da vida.”

Hoje, o hospital de campanha de Canaã conta com 38 leitos exclusivos para atendimento à Covid-19. Segundo o último boletim, 28 estão internados nesses leitos, e 11 em leitos particulares.

  Criação de um centro educacional, cultural e esportivo é solicitado pelo vereador Werbet Felipe

O município também vêm apresentando alta em novos casos de contaminação.

Na Educação, o município já suspendeu todas as visitas a pais e alunos, os contatos estão sendo realizados por telefone da escolas.

Mais um óbito por Covid-19 é confirmado em Canaã, 39 Seguem internados

9 respostas em “Josemira Gadelha anuncia ‘LockDown’ em Canaã dos Carajás”

Para quem é funcionário público blz pq o pagamento vai cair na conta no final do mês, e quem não é funcionário público quem vai assumir suas necessidades e dividas?

Se tem dinheiro o correto era comprar equipamentos de ponta, de última geração e criar mais UTIS ou comprar vacina a todos já que o município tem cerca de uma 47 mil habitantes.

Uma cidade tao rica e nao tem uma UTI,pessoas passando fome sem um trabalho e pior na o kit escolar nao fizeram mais entrega agora onde esta indo dinheiro da merenda escola dos nossos filhos, gracas eu tenho um emprego, mais tem família que sabe ne o que fazer e muito triste

Deveriam para nessa pandemia de investir tanto em obras superfaturadas é se preocupar com colapso na saúde e procura melhora o hospital compra equipamentos novos pra melhor trabalhar os funcionários da saúde l, tantas cidades menores com menos verba é sabem cuidar das pessoas melhor que aki

Parece que a prefeita tá é querendo aproveitar pra tirar vantagem, tirando do bolso de quem já não tem nem pra comer com essas multas absurdas,e a gente que não tem um emprego e vive de vender nas ruas ninguém para pra pensar como ficamos em meio a esse decreto ridículo, já basta os que morrem por civis,agora ter que morrerem de fome tbm,indignada aqui

Vao morrer de fome, e não de corona… quem é assalariado ta rindo atoa, mas quem é autonomo vai comer o que… vai roubar?

Se não está funcionando nada, ex. Educação e outros cadê o dinheiro que ta sobrando? Por quê não está sendo usado para comprar leitos? Se é tempos desesperados por quê não usam predios publicos fechados como hospital de campanha?????????????????

Deixe uma resposta

Leia mais