Crise persiste em Canaã dos Carajás: comércio demite mais do que contrata em 2018 – Portal Canaã

Crise persiste em Canaã dos Carajás: comércio demite mais do que contrata em 2018

Entrada de Canaã dos Carajás | Imagem: Jorge Clésio

Em 2018, o comércio de Canaã dos Carajás perdeu 80 postos de trabalho com carteira assinada. O número é resultado de 564 contratações contra 644 demissões na cidade no período de janeiro a dezembro do ano passado. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho

Segundo levantamento desenvolvido pelo Portal Canaã com base nos dados do Ministério do Trabalho, mostra que somente em dezembro de 2018 o comércio da ‘Terra Prometida’ contratou 29 trabalhadores e demitiu 53.  No mesmo período em 2017, as demissões também foram maiores que as contratações, os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho apontam apenas 29 admissões e o alarmante número de 48 desligamentos.

A crise persiste em Canaã dos Carajás que abriga duas grandes minas de exploração de recursos minerais. Em 2018, a função de vendedor de comercio varejista aparece no topo com 149 demissões, seguido da função de operador de caixa com 74 demissões e repositor de mercadorias com 56 demissões.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.