Júlio Lancellotti: Perícia afirma ser verdadeiro vídeo de masturbação do Padre

Segundo a revista Oeste, que publicou uma reportagem sobre o assunto, há quatro vídeos que mostram o padre se masturbando para um menor de idade em 2019. A revista afirma que uma perícia técnica audiovisual realizada pelos peritos Reginaldo Tirotti e Jacqueline Tirotti confirmou a autenticidade das gravações. No entanto, essa perícia foi questionada por alguns internautas, que apontaram que os peritos são apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro e têm postagens golpistas nas redes sociais.

Em 2020, o Ministério Público arquivou o caso por falta de materialidade, mas em 2021, uma nova perícia da USP atestou a veracidade dos vídeos. O caso ganha novos ângulos diante da proposta da CPI das ONGs, que investiga as atividades de entidades como o Bompar e a Craco Resiste, que trabalham com a população de rua e dependentes químicos. A posição do padre Lancellotti como ex-conselheiro do Bompar e seu histórico de envolvimento com essa população colocam seu nome no centro das atenções.

O padre Júlio Lancellotti é declaradamente apoiador de políticos da esquerda e tem recebido apoio de personalidades como Lula e Moraes. Por isso, ele também tem sido alvo de ataques e piadas homofóbicas por parte de alguns setores da sociedade. Em 2023, a Justiça determinou que o YouTube tirasse do ar um vídeo em que um humorista fazia uma piada sobre a sexualidade do padre.
O padre Júlio Lancellotti ainda não se pronunciou sobre as acusações e os vídeos. Ele continua exercendo suas atividades na paróquia São Miguel Arcanjo, na Mooca, em São Paulo.

Receba as notícias do Portal Canaã

Siga nosso perfil no Google News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *