Em santarém Seminário debate sobreposição de ‘terras quilombolas’ no Pará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Em 2005, o Governo Federal criou unidades de conservação para a atividade extrativista em todo o país, mas os limites territoriais de muitas dessas reservas acabaram ocupando terras de comunidades quilombolas, principalmente no Pará, Amazonas, Amapá e Rondônia.

Para discutir o problema, começa nesta terça-feira (27), em Santarém (PA), um seminário com a participação de todos os envolvidos na questão, que tem trazido muitos prejuízos para as comunidades quilombolas, como destaca a coordenadora do encontro, Lúcia Andrade.

Desde 2007, os quilombolas cobram uma posição do Governo Federal, que foi o grande causador desse impasse.

 

Redação do Portal Canaã com informações da EBC



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas