Parauapebas arrecada mais de R$ 3 bilhões

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Apesar do discurso de menor recurso, o caixa está bem, mas população não vê melhorias

Bombardeado por denúncias que explodem por todos os lados, devido à notória falta de comando e ao descaso com a gestão pública, que afetam diretamente a população de Parauapebas, principalmente as pessoas mais pobres, o prefeito Valmir Mariano, o “Valmir da Integral” (PDS) reage alegando que o município não dispõe de recursos para atender todas as demandas e que de 2013 a 2015, a Prefeitura viu a arrecadação diminuir em torno de R$ 200 milhões.

Em Parauapebas, no sudeste paraense, opera a companhia Vale, uma das mineradoras mais ricas do mundo, que gerou algumas centenas de milhões de reais em royalties para os cofres públicos desde 2013. Até agora, somando tudo, mais de R$ 1 bilhão em Imposto foram arrecadados pelo município.

No total, de acordo com dados oficias, até o final do mês de fevereiro deste ano, a arrecadação de Parauapebas já superou a casa dos R$ 3 bilhões. Chegou na verdade a R$ 3 bilhões e 135 milhões, com previsão de alcançar R$ 4 bilhões e 180 milhões até o final do mandato de “Valmir da Integral”, em dezembro de 2016.

Esses números provam que as justificativas do prefeito não fazem sentido. Segundo dados oficiais divulgados pelo Portal da Transparência, a Prefeitura de Parauapebas gasta muito. Já no primeiro mandato, em 2013, do total arrecadado de R$ 1 bilhão e 164 milhões, “Valmir da Integral” gastou R$ 1,6 bilhão e ainda deixou empenhos pendentes para o ano seguinte. Em 2014, novamente os gastos ultrapassaram a casa do bilhão de reais, chegando a R$ 1,071 bilhão.

No ano passado, conforme os dados oficiais, os gastos diminuíram e alcançaram R$ 878 milhões, uma vez que houve diminuição da arrecadação. Neste ano de 2016, a previsão da arrecadação é de R$ 1,045 bilhão. Ou seja, Parauapebas é um dos municípios mais ricos do país, porém, é dos que mais gastam.

O problema é a forma com que esse dinheiro é gasto, uma vez que a atual administração e a Câmara Municipal estão sendo investigadas pelo Ministério Público Estadual por esquema criminoso oriundo de fraudes em processos licitatórios e superfaturamento, além de emissão de notas fiscais frias e desvio de recursos públicos.

Moradores do município suspeitam de que o prefeito e alguns gestores municipais podem ser presos a qualquer momento por formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, peculato e improbidade administrativa, entre outros crimes previstos.

Os caminhões de dinheiro gastos pela Prefeitura de Parauapebas não se transformaram em melhorias para a população. A cidade enfrente sérios problemas em relação a saneamento básico, pois a maior parte do esgoto corre a céu aberto, por falta de planejamento. As ruas se tornam perigosas à noite devido à precária iluminação pública. Há carência de escolas, postos de saúde, a ação social está à beira do colapso, não há empregos, faltam moradias, o trânsito é caótico e a violência aumenta. Trata-se de um cenário muito complicado, longe das expectativas dos cerca de 190 mil habitantes que acreditaram nas promessas feitas por “Valmir da Integral”.

(CT – Online)



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas