Em Parauapebas, vereadora propõe utilização de energia solar nos prédios públicos do município

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

A proposição, que tem por objetivo a instalação de sistemas de energia solar fotovoltaica nas edificações do município, foi sugerida pela vereadora Eliene Soares (PT) durante a sessão ordinária da ultima terça-feira, 16 de fevereiro.

A energia solar tornou-se obrigatória em todos os novos prédios públicos nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Projetos semelhantes já tramitam no Ceará, Paraná e Minas Gerais.

No Brasil, os códigos de obras municipais, por não exigirem a instalação de coletores solares na construção e em reformas de edificações residenciais e comerciais, não encorajam os futuros construtores a instalarem geradores de energia solar fotovoltaica e estes acabam optando por geradores de energia a diesel e sistema de banco de bateria, onde a emissão de CO2 e gás é muito alta, além do grande custo de produção.

A crise de energia elétrica no Brasil está relacionada aos níveis dos reservatórios de água no país. Com o crescente desmatamento da Amazônia e o aquecimento global, os padrões de chuva no Brasil foram alterados, ou seja, a única solução que nos resta em curto prazo é diversificar as fontes de energia elétrica, administrar melhor as reservas de água e investir em tratamento de água despoluindo rios e reaproveitando a água consumida.

“Uma das formas mais simples de ajudar a evitar uma crise de energia é usando a energia de maneira inteligente, sem desperdícios. Essa ação ainda é capaz de proporcionar a redução na conta de energia da nossa Casa de Leis e da prefeitura, o que geraria uma economia que pode ser investida em outro setor”, concluiu Eliene Soares

 



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas