Região Carajás recebe audiência pública sobre a Lei Orçamentária

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

A identificação das demandas de políticas públicas para os municípios da região de integração Carajás foi uma das pautas da audiência realizada na manhã desta terça-feira, 8, pela Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), em Marabá, com o objetivo de elaborar a Lei Orçamentária Anual (LOA) e fazer a revisão do Plano Plurianual (PPA) do período 2016-2019.

O público presente teve a oportunidade de conhecer a composição da receita estadual, assim como a despesa, o detalhamento dos gastos com as políticas públicas, os valores direcionados para manutenção da máquina do estado e investimentos, considerando que a previsão de receita para 2018 é de R$ 27,8 bilhões, com uma queda de R$ 873 milhões na arrecadação somente neste ano. “Em função da grave crise nacional precisamos rever o programa de metas do governo e esta escuta é fundamental para conhecermos a prioridade de cada região”, afirmou José Alberto Colares, titular da Seplan.

Integrando o programa Pará Sustentável, as ações convergem em cada um de seus eixos para o PPA, segundo Colares. “Não basta gerar riquezas e desenvolvimento, objetivo do Pará 2030, é importante se criar mecanismos e ações para propiciar educação de qualidade e inclusão, por exemplo, com foco no Pará Social, sem esquecer do respeito e preservação ao meio ambiente, razão de ser do Pará Ambiental”, disse.

  Brigada de Incêndio do ICMBio Carajás participa de treinamento para manejar o fogo em áreas de conservação

Gestores, autoridades e representantes dos municípios de Dom Eliseu, Eldorado dos Carajás, Marabá, Parauapebas e Piçarra apresentaram as necessidades de suas cidades, particularmente nas áreas da infraestrutura quanto a abertura e manutenção de estradas e vicinais; leitos de hospitais e serviços específicos, para a área da saúde; mais escolas e recursos humanos na educação e ainda na área de segurança, itens sinalizados pela mesa técnica da audiência quanto à programação de realização ainda no decorrer deste e para o próximo exercício.

Além da implantação do serviço de hemodiálise no hospital local, para Marabá está prevista a conclusão do Centro de Convenções para os próximos meses, um conjunto de equipamentos reunidos em um único prédio que permitirá a realização de grandes eventos, oferecendo milhares de metros quadrados em espaços de exposição e feiras, teatro e auditórios. Luciana Souza, funcionária pública, ressaltou a importância da audiência para a transparência dos processos de elaboração da LOA e revisão do PPA. “Essa escuta é pertinente ao momento que o estado atravessa e todos devem se manifestar para que os planos sejam um espelho da necessidade da sociedade”, afirmou.

A última audiência pública deste ciclo será na sexta-feira, 11, em Belém, no auditório da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) a partir das 9h. A comunidade pode se manifestar também pela internet, e enviar suas sugestões e demandas pelo site www.seplan.pa.gov.br até o dia 13 de agosto.

  Brigada de Incêndio do ICMBio Carajás participa de treinamento para manejar o fogo em áreas de conservação

Por Maria Christina



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas