FriGol registra lucro líquido recorde de R$ 133 milhões em 2022, alta de 226% em relação a 2021

Frigol

A FriGol registrou os melhores resultados financeiros e operacionais de sua história, atingindo uma receita bruta de R$ 3,8 bilhões em 2022, crescimento de 21% na comparação anual. Foi o terceiro ano consecutivo de crescimento acima de 20%, o que contribui para consolidar sua posição entre os principais frigoríficos do país.

O crescimento foi acompanhado da rentabilidade, com lucro líquido de R$ 133 milhões, resultado 226% maior do que em 2021. Já o EBITDA foi de R$ 251 milhões, aumento de 101% na comparação anual, com margem de 7%. Resultado da disciplina financeira, a empresa diminuiu a alavancagem para 1.1x Dívida Líquida/EBITDA (ante 1.3x em 2021).

“Devido à estratégia de diversificar mercados e escolher os mais rentáveis, a exportação representou 53% de nosso faturamento”, explica Eduardo Miron, CEO da FriGol. A China foi o principal destino, seguida de Israel. No ano passado, a companhia ampliou o número de habilitações que já contemplava 60 países no portfólio de exportação, conquistando novas habilitações para o Reino Unido, Irã, Líbano, Argentina e Canadá. “Esse movimento deve continuar, pois que em 2023 já recebemos habilitação para venda para Indonésia”, pontua o CEO.

No mercado interno, que pese o fato do setor ter sido impactado pela queda do consumo de carne bovina, como um reflexo ainda da crise de Covid-19, da inflação e da queda do poder aquisitivo, a companhia seguiu investindo para atender cada vez melhor os clientes e focando vendas de maior valor agregado. Nesse sentido, inaugurou um novo centro de distribuição em Jandira (SP) para atender a Grande São Paulo e expandiu o Açougue Completo, projeto bem-sucedido em parceria com supermercados, que chegou ao fim de 2022 com 50 lojas no Estado de São Paulo.

Para o CFO da FriGol, Eduardo Masson, os avanços na estrutura de capital estão entre os principais destaques do ano. “Em 2022, alteramos significativamente nossa estrutura de capital, dando robustez para o caixa da companhia e atingindo um saldo de R$ 259 milhões no fechamento do ano, um aumento de 167% em relação a 2021”, pontua. O executivo relembra o fato da FriGol ter debutado no mercado de capitais em 2022, com duas emissões de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA), captando R$ 210 milhões, que foram utilizados para o alongamento da dívida

Para seguir o ciclo virtuoso de crescimento, a sustentabilidade está no centro da estratégia de negócios da FriGol. Em 2022, as iniciativas de rastreabilidade da cadeia produtiva foram coroadas com a auditoria do Ministério Público Federal no Pará, que confirmou que 100% das compras de gado e fornecedores estavam em conformidade com critérios socioambientais, bem como a edição do primeiro Relatório Anual e de Sustentabilidade e o primeiro inventário de gases do efeito estufa.

No ano, a companhia também evoluiu em sua governança, contando com o Conselho de Administração, que é composto por sete membros, sendo três mulheres e dois conselheiros independentes, além do suporte da Ernst & Young nos processos internos, da Deloitte no Canal de Denúncia e da Grant Thornton na auditoria externa.

 

Receba as notícias do Portal Canaã

Siga nosso perfil no Google News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *