Implantação de projeto de mineração pode gerar 4 mil empregos em Curionópolis

Entrada de Curionópolis Foto: Jorge Clésio

Expectativa de novos projetos na região de Carajás, que dispõe de um grande potencial quando o assunto é mineração. A empresa Brasil Platina Group Metals (BPGM) iniciou operações de sondagem para a retirada de amostras do solo em Curionópolis (PA).

Representantes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedeme), visitaram o projeto na última sexta-feira (25) e conheceram o potencial do projeto. A Sedeme, informou que o objetivo do grupo empresarial é implantar um projeto de extração e beneficiamento de metais como platina, ródio e paládio, sendo este último predominante na região e um componente essencial na construção de conversores catalíticos em motores a diesel, que movem a logística brasileira.

Segundo a empresa, no caso da platina, a implantação da mina poderá caracterizar a primeira fora de países como Rússia e África do Sul. A área de implantação do projeto, de mais de 7 mil hectares, também apresenta potencial para exploração de ouro e níquel (essencial para a produção de aço inoxidável e baterias). Os investimentos no projeto previstos para este ano são de mais de US$ 15 milhões.

Segundo o secretário adjunto da Sedeme, Carlos Ledo, projetos do setor mineral são importantes para o Estado, à medida em que geram emprego e renda para a população. “Projetos de mineração como esse são de vital importância para essa região de Carajás e  Curionópolis, principalmente pela geração de empregos que, na fase de implantação, será de 4 mil postos e depois, na fase operacional, serão 2 mil. Então, sem dúvida, o projeto será benéfico para o Pará e para a sua economia”, afirma.

Receba as notícias do Portal Canaã

Siga nosso perfil no Google News

2 thoughts on “Implantação de projeto de mineração pode gerar 4 mil empregos em Curionópolis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *