Cultura na Praça divulga lista dos selecionados para oficinas de cinema no Pará

Foto: Ivan Oliveira

O Cultura na Praça, que é patrocinado pelo Instituto Cultural Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, selecionou 47 moradores do Pará para participarem das oficinas gratuitas de cinema da quarta edição do projeto, que irá circular por Ourilândia do Norte, Canaã dos Carajás (Vila Bom Jesus), Parauapebas (em Nova Carajás Etapa 4) e Serra Pelada. No total, 280 pessoas se inscreveram para o projeto no estado.

As oficinas serão realizadas em março, quando os participantes aprenderão sobre cada etapa da realização de um filme, da ideia à montagem. E, depois de serem orientados sobre técnicas de roteiro, de fotografia, de captação de som e de edição de vídeo, eles produzirão o próprio curta-metragem, que será exibido para as suas comunidades e lançado no Cine Babaçu, plataforma virtual que reúne 25 filmes feitos nas edições passadas do Cultura na Praça.

Em Ourilândia do Norte, Canaã dos Carajás (Vila Bom Jesus), Parauapebas e Serra Pelada, o projeto beneficiará adolescentes e jovens de 13 a 19 anos. E, no caso de Serra Pelada, além do público juvenil, haverá oficina destinada a pessoas com mais de 45 anos.

Segundo Cris Azzi, coordenador do projeto, o Cultura na Praça ajuda a democratizar a arte no país. “O Cultura na Praça foi criado em 2017 com o objetivo de democratizar o acesso à arte, mais especificamente ao cinema, já que, no Brasil, nós temos um número muito reduzido de salas de cinema. Então, a ideia era levar essa estrutura móvel de uma grande tela de cinema às comunidades, para democratizar o acesso a essa arte tão importante para a formação cultural do nosso povo. Entre os muitos impactos do projeto, quem participa da oficina vive uma experiência de expressão, podendo contar as suas histórias, a das suas comunidades e falar da própria cultura”, afirma o cineasta.

Saiba quem foi selecionado para as oficinas

Ourilândia do Norte

Anne Gabrielle da Conceição Santana; Dalila Soares da Silva; Eduardo Da Costa Oliveira; Isabel Cristiny de O. Silva; Joicy Alves da Silva; José Gustavo Ribeiro da Silva; Tavala Ferreira da Conceição; Thaviny Raniely F. Alves e Yasmim Rafalski Rocha.

Canaã dos Carajás (na Vila Bom Jesus)

Bianca Oliveira Ribeiro Da Silva; Grazielle Oliveira Silva; Jesiel Sousa Castro; João Victor Pereira Gomes; Luana Sammi Alencar Filgueira; Maria Eduarda Ponte Sousa; Mariana Lima Santos; Mariane Lima Santos e Tamyres Barbosa da Silva.

Serra Pelada
Turma 1 – para jovens de 13 a 19 anos

Ágata Vitória Conceição Almeida; Agila Ozorio da Silva; Carlos Henrique Silva e Silva; Daniel Reis da Silva; Kauane da Silva Castro; Maria Rita Ozorio da Silva; Marina kimberly Chaves de Sousa; Nickison Lorran Martins Lima; Pedro Henrique Chaves Silva; Reginaldo Pereira e Vitória da Silva Conceição.

Turma 2 – alunos a partir de 45 anos
Antônio Carlos Souza Da Silva; Daniel Nascimento de Sousa; Edson Luiz da Silva; Etavaldo da Cruz Arantes; Franciele Conceição Santos; Francisco Oliveira Braga; Ivonete Lima Costa Neris; Lenilde Silva Rodrigues; Lucinho Ferreira Lima e Maria Batista.

Parauapebas (em Nova Carajás Etapa 4)     

Débora Lavínia Silva Cardoso; Gabrielle da Conceição lima; Jaiane Brito Martins; Jheimyson Kaue Almeida França; José Paulo Da Silva Miranda; Lia Vitória Martins Reis; Nicoly Arcanjo e Stephany Almeida de Souza.

Confira a agenda do projeto 

Ourilândia do Norte
Oficina: 4 a 7 de março (sábado até terça-feira)          

Canaã dos Carajás (na Vila Bom Jesus)
Oficina: 10 a 13 de março (sexta até segunda-feira)  

Serra Pelada
Oficina Turma 1 – para jovens de 13 a 19 anos: 16 a 19 de março (quinta-feira até domingo)
Oficina Turma 2 – alunos a partir de 45 anos: 21 a 24 de março (terça até sexta-feira)
Parauapebas (em Nova Carajás Etapa 4)
Oficina: 26 a 29 de março (domingo até quarta-feira)

O que é o projeto?

Criado pela Vivas Esporte Cultura em 2017 e patrocinado pelo Instituto Cultural Vale, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, o Cultura na Praça é um festival itinerante de cinema que já rodou cerca de 20 mil quilômetros pelo interior do Pará e do Maranhão, alcançando mais de 36 mil pessoas. O projeto busca democratizar o acesso à cultura e fomentar a valorização do patrimônio cultural material e imaterial em municípios beneficiados.

Receba as notícias do Portal Canaã

Siga nosso perfil no Google News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *