OPINIÃO: O jornalismo profissional está vivo e pulsante em Canaã dos Carajás

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

O Brasil possui quase 50 mil profissionais jornalistas empregados, trabalhando, produzindo, engajados no ofício de noticiar fatos do cotidiano. Em 7 de abril, eles são homenageados. Homenagem justa, diga-se de passagem. Ser jornalista em um país de muitos analfabetos funcionais não é tarefa das mais simples; é resistência. Em Canaã, a briga por afirmação é árdua, mas o jornalismo está vivo e é pulsante.

Os principais inimigos dos jornalistas locais são os mesmos que crescem em todo o Brasil: as informações falsas divulgadas em Whatsapp por criminosos e a futilidade que mora nas redes sociais – sim, a pessoa gasta mais tempo vendo as novas danças do Tik Tok do que se informando, buscando aprender mais sobre a cidade em que mora.

Pode até ser implicância da minha parte, mas já bato nesta tecla há algum tempo e vou continuar batendo. O jornalismo profissional não pode ser vencido pelas futilidades da internet. Critico aqui, aproveitando o ensejo, quem prefere anunciar seu negócio com influencers do que com jornais profissionais. Por vários fatores, enumero dois.

Como anunciar, investir, patrocinar pessoas que não possuem credibilidade? O produto fica vinculado a postagens que não possuem crédito, ao vasto vazio que impera nas redes sociais. Claro, tudo é passível de análise. Há pessoas produzindo conteúdo de qualidade para as redes e até merecem ser valorizas, mas jamais deixando de lado os profissionais da informação.

  [Atualizada] Acidente Fatal com duas vítimas é registrado em Canaã dos Carajás

Acredito que o comerciante local, por uma questão de sobriedade social, precisa apoiar o jornalismo de nossa cidade. Quanto melhor for o jornalismo em Canaã, melhor a cidade é. Isso porque o mundo vê a Terra Prometida através dos olhos e das lentes reproduzidas pelo jornalismo profissional. Não pense você, empresário, que investidores se informam sobre o município pelo Instagram. Não! Eles vão procurar sites, jornais, rádios, TV’s que produzam conteúdo de qualidade para decidir se vão investir seu precioso capital por aqui.

O jornalismo em Canaã, como em todo lugar do mundo, é essencial e tem uma função social que vai muito além de qualquer impressão superficial que alguém possa ter. Nossa cidade é maior hoje, em partes, pelo trabalho desenvolvido por profissionais jornalistas – isso é inegável.

Portanto, além de homenagens, o jornalista merece hoje reconhecimento, valorização e respeito. O 7 de abril é uma data de reafirmação da classe e de uma lembrança que precisa estar em nossas mentes: não há democracia viva com jornalismo morto.



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas