Botos cor-de-rosa podem desaparecer da Bacia Tapajós

Especialistas consideram a biodiversidade da região do Tapajós excepcional até mesmo para padrões amazônicos. Cerca de 376 km² de floresta vão desaparecer sob as águas após construção das Hidrelétricas. Bacia do Tapajós pode ter 40 hidrelétricas.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Você já imaginou uma área maior que a cidade de Belo Horizonte, sendo completamente inundada pela construção de uma hidrelétrica? Pois é… esse é um cenário que pode estar prestes a acontecer! Uma das maiores brigas ambientais do Brasil está para acontecer e precisamos de ajuda para vencê-la.

O Tapajós é um dos últimos grandes rios da Amazônia livre de barragens, mas se depender do governo brasileiro, ele terá não apenas uma, mas 43! Segundo especialistas, a região concentra uma biodiversidade excepcional até para padrões amazônicos.

Para erguer a barragem no Tapajós, quase 400 km² de florestas teriam que ser derrubados. Animais como a onça, o boto cor-de-rosa e centenas de peixes e aves estariam em perigo, sem falar nas espécies já ameaçadas, e outras que são endêmicas da região (apenas encontradas ali). Especialistas consideram o local onde a hidrelétrica está prevista de biodiversidade excepcional até para padrões amazônicos.



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas