Greve: Caminhoneiros querem a renúncia de Dilma e já atingem 14 estados

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Paralisação começou na madrugada desta segunda-feira; categoria pede a renúncia da presidente Dilma Rousseff

Um grupo de caminhoneiros iniciou na madrugada desta segunda-feira protestos em rodovias e avenidas de pelo menos catorze Estados. São eles: Bahia, Ceará, Goiás, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins. Em São Paulo, motoristas bloquearam a marginal Tietê durante quase três horas. O movimento, que pede a renúncia da presidente Dilma Rousseff, foi organizado por motoristas autônomos desvinculados dos sindicatos.

De acordo com o organizador do movimento, Ivar Luiz Schmidt, não há previsão para o fim da greve. “Ficaremos paralisados até que a presidente Dilma renuncie”, afirmou. Schmidt também foi o responsável por liderar a paralisação de fevereiro, que ocorreu em diversos Estados e chegou a afetar a distribuição de combustível pelo país. Na ocasião, o grupo pedia pela redução do preço do óleo diesel, criação do frete mínimo e liberação de crédito subsidiado para os transportadores. “As reivindicações (de fevereiro) não foram atendidas. Agora não queremos negociar, não aceitaremos acordo. Queremos a renúncia da presidente”, afirmou Schmidt.

Em protesto, caminhoneiros bloqueiam uma faixa da ERS-122, em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira (09)

Confira abaixo os bloqueios e protestos em cada estado:

Bahia – Em Capim Grosso, manifestantes interditam o quilômetro 230 da BR 407 – no início do dia, eles queimaram pneus. Também estão bloqueadas a BR 116, no quilômetro 415, em Feira de Santana (BA); e a 407, no quilômetro 2, em Juazeiro (BA). Também há concentração de manifestantes em Barreiras (BA), no quilômetro 805 da BR 242, mas a via não está interditada.

Ceará – De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 14h50, caminhoneiros bloquearam a BR 222, no quilômetro 318, na altura do município Tianguá, no Ceará. O bloqueio é para caminhões apenas.

Goiás – Motoristas bloqueiam a BR 040, no quilômetro, 12, em Luzitânia, e a BR 153, no quilômetro 430, em Anápolis. Além disso, em Jataí (GO), há interdição na BR 364, do quilômetro 196 ao 198.

Espírito Santo – Em Iconha, o quilômetro 375 da BR 101 tem protestos, mas bloqueio.

Mato Grosso do Sul – Estão interditadas as estradas BR 463, no quilômetro 105,4, em Ponta Porã; e a BR 267, no quilômetro 364, em Maracaju.

Minas Gerais – Estão interditadas as rodovias BR 381, do quilômetro 359 ao 513, na altura de João Monlevade (MG); a BR 262, no quilômetro 412, em Igaratinga (MG); e a BR 040, nos quilômetros 627, em Conselheiro Lafaiete (MG); e 398, em Bom Jesus do Amparo (MG).

Paraná – Motoristas protestam em três pontos diferentes na BR 376, no Paraná, na altura das cidades de Paranavaí, Nova Esperança e Apucarana. No Estado, também estão interditadas a BR 277, no quilometro 339, em Guarapuava (PR); a BR 153, quilômetro 111, em Ibaiti; a BR 476, no quilômetro 358, em União da Vitória.

Pernambuco – Em Petrolina, o quilômetro 130 da BR 407 está interditado.

Rio de Janeiro – Caminhoneiros bloqueiam o quilômetro 273 da BR 116, no sentido São Paulo, na altura do município de Barra Mansa. Apenas a faixa da esquerda está liberada.

Rio Grande do Norte – Há um ponto de bloqueio próximo à cidade de Mossoró. Cerca de cinquenta caminhoneiros interditam, desde as 6 horas, o quilômetro 51 da BR 304. O trânsito está liberado apenas para emergências e carros de passeio.

Rio Grande do Sul – Pela manhã, houve interdições em diversas vias do estado. Embora elas já tenham sido liberadas, ainda há protestos em cinco estradas federais que cortam o Estado. Na BR 285, caminhoneiros estão em cinco pontos da BR 285, do quilômetro 273 ao 497,9. Na BR 116, manifestantes estão nos quilômetros 397, em Camaquã; 40, em Vacaria; e 66, em Pelotas. Em Três Cachoeiras (RS), o quilômetro 21 da BR 101 tem protesto, assim como a BR 386, nos quilômetros 245, Tabaí; e 134, em Sarandi. Também há manifestação em dois pontos da BR 472, que cruza a cidade de Santa Rosa. São eles os quilômetros 155,5 e 168.

Santa Catarina – Há dois pontos de bloqueio na BR 116, no quilômetro 54, em Papanduva (SC); e no quilômetro 138, em Santa Cecília (SC). Na cidade de São Bento do Sul (SC), o quilômetro 122 da BR 280 está bloqueado parcialmente. No trecho, os caminhoneiros deixam livre a passagem para automóveis e ônibus.

São Paulo – Os caminhoneiros interditaram totalmente a pista expressa da Marginal Tietê, na altura da Ponte da Casa Verde, na Zona Norte da cidade, por quase três horas. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), os motoristas começaram a ocupar o local por volta das 11 horas e a pista foi totalmente liberada às 13h55.

Tocantins – A BR 153 está parcialmente interditada, próximo ao município de Colina.



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas