Vale saca US$ 3 bilhões de crédito rotativo para pagar dívidas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Maior produtora mundial de minério de ferro, a Vale vem sofrendo com a baixa do preço do insumo no mercado internacional.

A Vale informou nesta terça-feira, em comunicado, o  desembolso de US$ 3 bilhões de um total de US$ 5 bilhões de suas linhas de crédito rotativo.

Com o caixa pressionado pela queda do preço do minério de ferro e pesados investimentos, a mineradora Vale sacou US$ 3 bilhões de uma linha de crédito rotativo. O dinheiro será usado em parte para o pagamento de dívidas no primeiro trimestre.   Em comunicado, a mineradora informou que o dinheiro vai cobrir gastos até a conclusão da vendas de algumas operações da companhia.

Ainda segundo a companhia, parte do montante levantado cobrirá fundos utilizados para amortizar os “bonds” com vencimento no primeiro trimestre de 2016.

Embora tenha recorrido a crédito rotativo, a Vale informou, no mesmo comunicado, estar trabalhando em transações de dívida de longo prazo, para reduzir o uso dessas linhas de crédito, enquanto o programa de desinvestimentos não se conclui.

A Vale avaliou, ainda, ter expectativa de que essas transações preservem o custo médio de sua dívida.

Redação do Portal Canaã, Portal Valor Econômico e Época Negócios.



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Uma resposta em “Vale saca US$ 3 bilhões de crédito rotativo para pagar dívidas”

O diretor executivo de Ferrosos da Vale, Peter Poppinga, reafirmou em apresenta o a investidores em Nova Iorque a estimativa de produ o de min rio de ferro em 2017 para um volume entre 360 milh es e 380 milh es de toneladas.

Deixe uma resposta

Ofertas