Secretária, Procuradora e Diretor são acusados de desviar R$ 38 milhões em Tucuruí

Servidores são acusados de desviar R$ 38 milhões em Tucuruí
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Investigações do Ministério Público Federal e do Ministério Público do Estado do Pará apontam para um desvio de cerca de R$ 38 milhões em verbas municipais em Tucuruí.

A secretária de Fazenda, a Procuradora Jurídica e um diretor de Tributos da Secretaria de Fazenda do município já foram afastados pela Justiça Federal na última semana.

De acordo com o MPF, os três servidores se associaram para assinar, com uma empresa de fachada, um contrato de locação de caminhões e maquinário para execução de serviços como manutenção de estradas, ruas e coleta de entulho. Segundo o procurador do MPF, Luís Eduardo Smaniotto, não há dúvidas de que os contratos eram fraudulentos.

“A prefeitura efetuou o pagamento dos valores para uma empresa que não existe, que não tem maquinário, para prestar serviços de caso de terraplanagem e asfaltamento, entre outros”, disse o procurador da República Luiz Eduardo Smaniotto.

 

Redação do Portal Canaã com Informações da EBC.



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas