Vídeos mostra cenário após operação da Polícia Federal em Canaã: “Nós queremos trabalhar e gerar royalties para a cidade”

Presidente da Cooperativa dos Mineradores do Estado do Pará falou sobre o assunto
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Imagens obtidas com exclusividade pelo Portal Canaã mostram cenário dos garimpos da região da Nova Jerusalém após operação da Polícia Federal que age contra a exploração ilegal de atividade minerária. Agentes da Polícia Federal, Ibama e ICMBio chegaram no município na quinta-feira(13).

Segundo o Vado Casadei,  Presidente da Cooperativa dos Mineradores do Estado do Pará-Coomep, as autoridades não tem mandado da justiça para fazerem a operação e apreenderem materiais. Porém, segundo as autoridades, os garimpeiros foram pegos em flagrante praticando crimes ambientais.

Ainda, segundo a Cooperativa, todas as áreas que estão com cavas de extração de cobre, são em áreas particulares e com contrato de operação. E, os danos ambientais são mínimos, com caixas para contenção do material e escavação subterrânea.

No vídeo obtido pelo Portal Canaã, um dos Garimpeiros relata sobre o caos deixado pelos agentes com destruição das estruturas.

Vado lembrou o decreto publicado pelo Presidente da República, o 10.966, para apoiar o desenvolvimento da atividade garimpeira em pequena escala, que segundo ele, vem ajudar o pequeno minerador, que é o caso da busca da Cooperativa.

O Decreto cria o Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Mineração Artesanal em Pequena Escala (Pró-Mape). O objetivo é dar “nova perspectiva de políticas públicas sobre a atividade garimpeira no Brasil”.

“Os garimpeiros artesanais vem operando de forma ilegal por não conseguirem a legalidade.”, reclamou Vado

Em outra filmagem, é possível vê fumaça e barracos destruídos pelos agentes que apreenderam e levaram todos os equipamentos.

Hoje, cerca de cem pessoas estão envolvidas na atividade garimpeira na região da Nova Jerusalém, segundo a Coomep. E, essas pessoas foram afetadas diretamente, além do impacto indireto na comunidade local que gira em torno dessa atividade econômica.

  A Canaã Transporte de Luxo realiza primeiro curso para capacitação de Motoristas

Questionados sobre a apreensão dos equipamentos, Vado, ressaltou que são irreversíveis, e que equipamentos que foram apreendidos na operação do ano passado, nunca foram recuperados. No entanto, dessa vez, nenhuma máquina de grande porte foi apreendida, nem mesmo pessoas.

Atualmente, regiões como Vila Bom Jesus, Serra Dourada e Cristalino, também existem atividades minerárias clandestinas, e todos foram alvos da operação.

“Nós queremos trabalhar na legalidade e gerar Royalties para o município”, ressaltou Vado, que luta pela legalização da atividade.

Ao Portal, o presidente falou do objetivos que querem alcançar, como fazer a extração legalidade, e exportar para as grandes Mineradores, assim gerar emprego renda e royalties para a cidade.

Quanto ao futuro e retorno das atividades, o representante ressaltou que vai depender da disposição de cada um, que arcam com seus prejuízos e devem comprar novos equipamentos.



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas