Trabalho desenvolvido por técnicos agrícolas favorece produção agropecuária no sudeste do Pará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Assistência favorece uma produção sustentável e viável, melhorando os produtos que chegam ao consumidor final | Crédito : Associação dos Trabalhadores e Horticultores do Pará

Em municípios do sudeste do Pará o trabalho do Técnico Agrícola tem feito a diferença no dia a dia no campo. Em Parauapebas e Canaã dos Carajás, por exemplo, projetos na área de agricultura familiar financiados com o apoio da Vale e que contam com assistência de técnicos ou zootecnistas tem ajudado na diversificação da produção e melhoria da gestão dos empreendimentos rurais.

O zootecnista Mário Fogaça é um dos profissionais que atuam na consultoria para produtores rurais. Segundo ele, a assistência favorece uma produção sustentável e viável, melhorando os produtos que chegam ao consumidor final e trazendo dignidade para os profissionais envolvidos. “O produtor é guerreiro e gosta de produzir, mas muitas vezes é desestimulado por erros, falhas e prejuízos causados ​​por falta de conhecimento de técnicas de manejo simples, de orientações para a viabilidade de criações e plantas”, explica.

Ele acrescenta que, na hora de produzir, o agricultor traz em grande parte seu conhecimento de família e a assistência técnica acaba por trazer novas capacidades de aumentar a produção, melhorar a qualidade, facilitar a gestão do pequeno negócio e também ampliar a renda.

“A assessoria técnica envolve ações de planejamento, norteando para uma produção com qualidade e, principalmente, regularidade durante o ano. Focamos os esforços para a redução de custos de produção e melhoria na eficiência. Por experiência própria, quando há a presença regular da assessoria na propriedade, o produtor se sente mais motivado e confiante para o desempenho das orientações e, assim, obtenha sucesso ”, defende.

  Mapeamento cultural segue a todo vapor em Canaã dos Carajás

Pensando nisso, a Vale tem apoiado odesenvolvimento da agricultura familiar, além do fornecimento de insumos e equipamentos para projetos, com uma assistência técnica especializada. Dil Freire dos Santos, presidente da Associação dos Trabalhadores e Horticultores do Pará, conta que 13 produtores associados foram contemplados com o auxílio na região de Parauapebas, recebendo capacitação e doações nas áreas de hortaliças, hidroponia e aviários.

“Alguns receberam o aviário, com 200 pintinhos, para começar uma nova produção. Os que foram contemplados com a hidroponia já trabalhavam com hortaliças plantadas no chão e aprenderam a produção hidropônica para agregar valor ”, conta. “Até agora, 10 produtores receberam a assessoria e três ainda vão receber. Só de conversar com os contemplados, é possível sentir a alegria deles. Melhoraram o produto e a renda e agora sobra mais tempo para cuidar da terra, da chácara ”, diz Dil.

João Paulo de Souza Dutra, produtor rural em Parauapebas, atuava no manejo de gado e expandiu o negócio para a fruticultura após receber a assessoria técnica no ano passado. “Agora eu também planto banana, cupuaçu, limão e maracujá. A equipe da Vale também vem acompanhando uma produção. A assistência olha tudo, nos entrega o adubo, ensina a gente a colocar do jeito certo, como aplicar, como dosagens. Antes eu não tinha experiência nenhuma nessa área, então foi essencial para alguém que me ensinasse. Está dando muito certo e eu penso em plantar cada vez mais ”, planeja satisfeito.

  Casa da Cultura de Canaã recebe exposição do Museu Goeldi sobre a região de Carajás



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ofertas