Polícia Federal e ICMBio desmobilizam garimpos de ouro em Canaã dos Carajás, próximo a linhas de transmissão de energia

Foto: Divulgação / PF

As operações conjuntas da Polícia Federal e ICMBio cumpriram 3 (três) mandados de busca e apreensão em operações simultâneas, nesta quinta-feira (23/11), no sudeste paraense.

Mais de 20 (vinte) agentes se dividiram entre as operações VP 12, Renascer e Pedra Branca. Foram desmobilizados três garimpos e locais de beneficiamento de ouro no município de Canaã dos Carajás.

Foram apreendidos duas escavadeiras, um caminhão carregado com madeira, quatro motores hidráulicos e uma balsa draga. O prejuízo com a perda desses itens é estimado em cerca de R$ 2,2 milhões.

O avanço do garimpo e da supressão de madeira próximo a linhas de transmissão colocam em risco o abastecimento de energia elétrica do país.

Tendo em vista a impossibilidade de remoção do local, foram inutilizadas escavadeiras, motores bombas e draga.

A extração ilegal e predatória de ouro na região é responsável pela grave contaminação por mercúrio dos afluentes dos rios que abastecem a região, bem como a contaminação do solo.

O combate aos garimpos ilegais na região é constantemente combatido pela Polícia Federal. As operações atuais são desdobramentos de outras recentes. Em novembro do ano passado foi deflagrada a operação Curto-circuito, por conta da ameaça ao linhão de Belo Monte. Em fevereiro deste ano, a PF voltou a reprimir o crime, dessa vez em pontos próximos a outro linhão, o Xingu-Rio. Nessa operação, foi feito bloqueio de bens avaliados em R$ 361 milhões.

Segundo a PF, se confirmada a hipótese criminal, os responsáveis poderão responder por crimes ambientais, crime de usurpação de recursos da União (extração ilegal de minério), associação criminosa, dentre outros.

As investigações seguem em andamento.

 

Com informações da Policia Federal.

Receba as notícias do Portal Canaã

Siga nosso perfil no Google News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *