MP se pronuncia e pede fiscalização aos mototaxistas por aplicativos de Canaã dos Carajás

Segundo o órgão, se trata de mototaxistas clandestinos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

O Ministério Público do Pará através da Promotoria de Canaã dos Carajás se posicionam sobre o imbróglio entre os moto-taxistas e os profissionais que atendem via aplicativo no município.

Há algum tempo as duas modalidades estão em conflito sobre a legalidade da atuação, onde Canaã dos Carajás já regulamentou a atividade dos Mototaxistas e existe uma lei federal que regulamenta a atividade com atendimento via aplicativo e de mobilidade urbana.

Com isso, o Ministério Público publicou uma recomendação às autoridades municipais, em especial a Secretaria de Segurança Pública e Viária do Município, que fiscalize os mototaxistas irregulares, além de adverter que o não atendimento da recomendação resulta em crime prevaricação para os órgãos fiscalizadores.

O MP enfatizou a existência da Lei Municipal 035/2002 que estabelece regras para o exercício da profissão. Além da lei 387/2012, que estabelece a proporção de 1 mototaxistas para 500 habitantes.

O MP enfatizou, ainda, que, existe um edital de credenciamento de mais profissionais em processo na secretaria de Segurança Pública e Viária.

  Quadrilhas estaduais esquentam fim de semana na Cidade Junina; veja fotos



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas