Vaca louca: exportações de carne bovina à China serão suspensa

boi - vaca

Seguindo o protocolo sanitário oficial, as exportações de carne bovina para a China serão temporariamente suspensas a partir desta quinta-feira (23), após a polêmica da Doença da Vaca Louca encontrada no Pará.

No entanto, o diálogo com as autoridades está sendo intensificado para demonstrar todas as informações e o pronto restabelecimento do comércio da carne brasileira.

As exportações totais de carne bovina em janeiro cresceram 7% na receita e 17% no volume (somando carne in natura + carne processada), em relação a janeiro de 2022, alcançando US$ 851,2 milhões e 183.817 toneladas.

As importações da China representaram 57% deste volume, com receita US$ 485,3 milhões e 100.164 toneladas adquiridas.

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) anunciou nesta quarta-feira (22) que está adotando todas as providências necessárias após a confirmação de um caso de encefalopatia espongiforme bovina (EEB), popularmente conhecida como doença da vaca louca confirmado aqui no Pará.

Adepará confirma caso de Vaca Louca no Pará

 

No congresso, o senador pelo Pará, Zequinha Marinho, se mostrou preocupado com o assunto, que disse que deve ser tratado com máxima urgência:

Receba as notícias do Portal Canaã

Siga nosso perfil no Google News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *