Hacker era ‘Lula Livre’, anti Lava-Jato e já foi acusado de estupro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Walter Delgatti Neto, um dos alvos da operação de hoje da Polícia Federal, já foi preso em 2013 por estelionato, em 2015 e 2017. Delgatti já se passou por delegado de polícia para aplicar golpes. Seu nome consta como filiado ao DEM de Araraquara.

O hacker não utilizava o Twitter desde 2011, somente em 27 de maio ele voltou a utilizar a rede e disse “eu voltei”, com intenção de atacar a operação Lava-Jato, o ministro da Justiça Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnou.

Além disso, Walter também comemorou a suspensão da conta do Twitter do “Pavão Misterioso”, colocando um ‘grande dia’ junto com o print da conta do Pavão. Ele também utilizava as redes sociais para compartilhar conteúdo de sites de esquerda e do The Intercept Brasil.

Walter foi acusado em 2015 por uma adolescente, menor de idade à época, de tê-la dopado, fazer sexo com ela, filmar tudo no celular e em seguida mostrar o vídeo a seu irmão, que era namorado da garota.

Com informações do MBL News

  Petrobras reduz preço do Diesel em R$0,22



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Uma resposta em “Hacker era ‘Lula Livre’, anti Lava-Jato e já foi acusado de estupro”

Deixe uma resposta

Ofertas