Brasil Transparente atinge marca de 1.536 adesões

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

A transparência e o acesso à informação estão previstos como direito do cidadão e dever do Estado na nossa Constituição Federal e em diversos normativos, como a  Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF (Lei Complementar n.º 101/00), a Lei da Transparência (Lei Complementar nº 131/09), e, mais recentemente, a Lei de Acesso à Informação – LAI (Lei nº 12.527/11).

Com a aprovação da Lei de Acesso à Informação, o Brasil garantiu ao cidadão o direito amplo a qualquer documento ou informação produzidos ou custodiados pelo Estado que não tenham caráter pessoal e não estejam protegidos por sigilo.

Até novembro de 2015, houve 1.536 adesões. Dessas, 33% estão situadas na região Nordeste, 22% no Sul, 21% no Sudeste, 10% no Norte, 13% no Centro-Oeste, além de nove adesões em âmbito nacional.

O Programa Brasil Transparente tem como objetivos principais:

I – promover uma administração pública mais transparente e aberta à participação social;

II – apoiar a adoção de medidas para a implementação da Lei de Acesso à Informação e outros diplomas legais sobre transparência;

III – conscientizar e capacitar servidores públicos para que atuem como agentes de mudança na implementação de uma cultura de acesso à informação;

IV – contribuir para o aprimoramento da gestão pública por meio da valorização da transparência, acesso à informação e participação cidadã;

V – promover o uso de novas tecnologias e soluções criativas e inovadoras para abertura de governos e o incremento da transparência e da participação social;

VI – disseminar a Lei de Acesso à Informação e estimular o seu uso pelos cidadãos;

VII – incentivar a publicação de dados em formato aberto na internet;

VIII – promover o intercâmbio de informações e experiências relevantes ao desenvolvimento e à promoção da transparência pública e acesso à informação.

Serviços

A partir do Programa Brasil Transparente, o apoio à implementação da Lei de Acesso à Informação e ao incremento da transparência pública será atingido por meio das seguintes ações:
I – Realização de seminários, cursos e treinamentos sobre transparência e acesso à informação, presenciais e virtuais, voltados a agentes públicos;

II – Cessão, pela CGU, do código fonte do sistema eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC) e apoio técnico na implantação do sistema;

III – Elaboração e distribuição de material técnico e orientativo sobre a Lei de Acesso à Informação e outros diplomas legais sobre transparência;

IV – Promoção de campanhas e ações de disseminação da Lei de Acesso à Informação junto à sociedade;

V – Apoio ao desenvolvimento de Portais de Transparência na internet;

VI – Outras atividades correlatas.

 

Redação do Portal Canaã com informações da CGU – Controladoria Geral da União



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas