Em tom de muito otimismo para os próximos quatro anos, o prefeito Adelar Pelegrini foi empossado para o seu segundo mandato em Tucumã.

As cerimônias de posse do prefeito e do vice-prefeito Dr. Miguel Marques e dos treze vereadores ocorreram às 10h deste domingo (1º) no Templo da Igreja Assembleia de Deus.

Em seu discurso, Adelar Pelegrini destacou os avanços que Tucumã teve nos quatro anos do seu primeiro mandato. “Evoluímos muito e a certeza que fizemos o certo está na aprovação popular da nossa administração. Essa evolução se deve à maneira séria e competente com que a nossa equipe conduziu a administração como um todo. Mas ainda há muito a se fazer e este novo período inicia hoje”, afirmou.

Reeleito para mais quatro anos, o prefeito destacou em seu discurso que a sua vitória se deu em virtude das melhorias proporcionadas no município, tanto na saúde, como na qualidade da educação das crianças, bem como, as melhorias das condições das estradas rurais e em tantas outras áreas onde o município atua.

Pelegrini ressaltou que os próximos quatro anos não serão diferentes, porém com um enorme desafio, devido à crise em que se encontra o País. “Fizemos muito, mas temos que fazer muito mais, usando da criatividade para cortar custos, como fizemos nos quatro primeiros anos”, disse enfatizando também que além de usar da criatividade, a administração terá a missão, em conjunto com os vereadores eleitos, de buscar recursos junto ao Estado e a União.

O prefeito reeleito também mostrou otimismo com o ano de 2017 ao destacar a proximidade com o Governo Federal. “É um novo momento, onde o Ministro da Integração Nacional Helder Barbalho, têm uma grande proximidade conosco. Estamos confiantes que teremos boas novidades neste ano para a população de Tucumã, apesar de o cenário não começar muito favorável, diante da grave crise econômica que atinge as prefeituras”.

Com relação ao secretariado, o prefeito confirmou que haverá mudanças. “É um novo mandato e algumas mudanças devem ocorrer. Essas alterações serão concluídas e anunciadas ainda em janeiro”, concluiu o prefeito.

Para o Vice – Prefeito, Dr Miguel Marques, ser reconduzido para uma segunda gestão é um sinal de que o processo apresentado durante quatro anos do primeiro mantado deve continuar. Foram quatros anos intensos, desafiadores e de muito trabalho. Conquistamos a marca histórica de quase 11 mil votos, uma grande aprovação popular. Sabemos que temos desafios pela frente, mas eles serão pequenos frente as nossas vontades”, afirmou o vice – prefeito.

O vereador Savanas, do Partido Verde, foi escolhido para a presidência da câmara e Zé dos Signos do PSD, para vice. A sessão que elegeu a mesa diretora foi conduzida pelo o vereador José Valnei Pinto de Oliviera, por ter presidido o maior número de sessão ordinárias em 2016, Conforme prevê o Regimento Interno da Câmara Municipal. Com Informações de Roney Wydiamaior.