Durante a Sessão Ordinária desta terça-feira, 22 de novembro, a falta de verba no caixa do município esteve em foco nos debates entre os parlamentares.

Ao realizar seu discurso na tribuna, o vereador Josineto Feitosa explicou que o déficit municipal não precisava chegar a patamares tão baixos. “Nada está funcionando nesta cidade. A culpa do que esta acontecendo neste município é desta Casa. Porque nós não nos juntamos para cobrar. Esta Câmara tem se comportado como quintal da prefeitura, mas ainda podemos ser verdadeiros representantes da sociedade e cobrar o que é direito do povo. Se não tem dinheiro para os serviços é incompetência do Executivo, porque dinheiro em caixa tinha”, desabafou Josineto.

A vereadora Eliene Soares também ressaltou que os problemas na saúde são frutos de incompetência na gestão dos recursos. “Nestes quatro anos fui presidente da Comissão Legislativa de Saúde, com muito orgulho. Muitas vezes fui taxada de chata por fiscalizar os contratos. Todas as contas da saúde a cada quadrimestre nós reprovamos, porque não tinha como o Conselho Municipal de Saúde aprovar contas superfaturadas e, ainda, denunciamos as irregularidades. O que eu quero destacar é que os cortes podem ser realizados em qualquer lugar, menos na saúde e na educação”, frisou Eliene.

15094873_924260404374230_9175565684432026474_n

Sociedade de Parauapebas neste terça – feira (22), na Câmara de Vereadores.