Mais de 100 pessoas foram identificadas como suspeitas de receberem irregularmente o benefício do Bolsa Família em Canaã dos Carajás de acordo levantamento divulgado na manhã da última sexta-feira (11), feito pelo Ministério Público Federal (MPF) entre o período de 2013 e maio de 2016. O número de beneficiados no município representa um total de 3 .779 pessoas, confirmados pelo portal da transparência do governo federal.

Ainda de acordo com o projeto Raio-X do Bolsa Família, durante o período avaliado foram pagos pelo programa em Canaã dos Carajás R$ 19.135.037.00 e, dentro desse valor, R$ 322.268.00 foram repassados a perfis de beneficiários suspeitos.

O diagnóstico apontou grupos de beneficiários com indicativos de renda incompatíveis com o perfil de pobreza ou extrema pobreza exigido pelas normas do programa. Os perfis suspeitos foram classificados em cinco grupos: falecidos, servidores públicos com clã familiar de até quatro pessoas, empresários, doadores de campanha e servidores doadores de campanha.

O Bolsa Família é o maior e mais ambicioso programa de transferência de renda da história do Brasil, e injeta mensalmente em Canaã dos Carajás certa de meio milhão (R$0,5 mi) de reais. Em consulta feita em agosto pelo Portal Canaã, o programa já tinha inserido na economia local mais de R$3,2 milhões no período de 8 meses.

Redação do Portal Canaã