Desde esta terça-feira, 11/4, quem visitar a Casa da Cultura irá se deparar com peças em cerâmica que resgatam os traços típicos dos primeiros habitantes da região de Carajás. Trata-se da exposição “Mulheres de Barro – identidade e memória” que abre a programação do mês.

Ao visitar o local, o público poderá vislumbrar a beleza e singularidade do artesanato típico da região. A exposição envolve esculturas, objetos de decoração e utilitários, como panelas, bules, xícaras e moringas feitas de barro com a inspiração e o diferencial de peças que foram feitas e usadas nos tempos dos primeiros habitantes da região, há cerca de 10 mil anos e que foram conhecidas por membros da Cooperativa dos Artesãos da Região de Carajás – Mulheres de Barro durante oficinas do Programa de Educação Patrimonial executado pela Vale, na época da implantação  do projeto Salobo.

Além da exposição, que segue até o dia 10 de maio, estão abertas inscrições para oficina de sucata a arte musical. A Casa da Cultura funciona das 8 às 12h e das 14 às 18h, de terça-feira à sábado. O endereço é rua das Esmeraldas, s/n, bairro Jardim das Palmeiras.

A Casa da Cultura de Canaã dos Carajás, gerida pela Fundação Vale, compõe a rede de espaços culturais da Vale localizados em diferentes estados do país, que visa contribuir para ampliação do acesso à cultura e para a preservação do patrimônio cultural brasileiro, por meio de ações integradas nos territórios de atuação da empresa.

Exposição Mulheres de Barro

Exposição Mulheres de Barro