Em depoimento, Delegado Bruno relembra fato polêmico da morte de 2 jovens em Canaã dos Carajás


Como divulgado com exclusividade no Blog do Pedro Reis as 22h desta segunda-feita(22), relatando toda a audiência que ocorreu hoje no no salão do fórum de justiça de Canaã dos Carajás em que se ouviu o Delegado Bruno  e os Investigadores Cláudio e  Sérgio Lagos pelo crime de organização criminosa, podemos levantar uma questão não esclarecida sobre a morte de dois jovens no Bairro Novo Brasil em Canaã dos Carajás no ano de 2016.

Para ser preciso, o fato ocorreu em 11 de Maio de 2016, numa quarta-feita. Onde 2 jovens foram alvejados pela Polícia Militar. Trata-se de Lailson Costa da Silva, 25 anos e Horácio Santos Sampaio 29 anos, ambos casados e sem passagem pela polícia. [Veja aqui]

Na época, Segundo informações dos familiares das vítimas, a distribuidora de bebidas de Lailson localizada no bairro ‘Novo Brasil 2’ sofreu um assalto por volta de 21h30min e na tentativa de capturar os meliantes a vítima chamou o amigo, Horácio que o acompanhou atrás dos bandidos conduzindo uma moto modelo Pop 100 de marca HONDA, momento em que familiares acionaram a polícia informando do assalto.

A polícia atendeu o chamado saiu em diligencia na tentativa de localizar os assaltantes que também estavam numa moto pop 100, ainda segundo a família, as vitimas foram confundidas com os bandidos e foram mortas pelos policiais que já chegaram atirando pelas costas.

Para os familiares, a polícia encontrou os 2 jovens durante a procura pelos assaltantes, e confundiu com os mesmos, havendo a troca de tiro, levando os 2 à óbito.

A policia militar, por sua vez, contou que ao ser acionada várias vezes naquela noite por denúncia de assalto onde as informações davam conta de que os assaltantes estavam em uma moto preta, a guarnição saiu em diligencia e logo avistou os dois indivíduos que ao perceberem a presença da policia evadiram-se do local empreendendo fuga em alta velocidade, vindo inclusive a perder o controle da motocicleta e caírem no chão, que ainda segundo a PM ao fazerem a abordagem um deles disparou contra a guarnição com uma arma de fogo, momento em que a policia reagiu. A policia militar ainda informou que após balearem os dois prestou socorro imediatamente encaminhando-os para o hospital aonde apenas Lailson chegou com vida, porém não resistiu e veio a óbito.

O Depoimento

No depoimento do Delegado, após várias declarações que os policiais que declaram contra ele estavam fazendo falsos depoimentos, o Delegado aproveitou para relembrar um caso ocorrido em 2016 (este relatado acima), acusando a PM de ter matado os dois jovens em no suposto confronto, onde eles foram acusados de estarem fazendo arrastão no bairro, mas quando na verdade (disse o delegado) os homens estavam atrás dos verdadeiros bandidos. Para a defesa isso foi o estopim para a Polícia Militar começar a acusarem o delegado.

O fim e real contexto da história não se sabe, mas os fatos foram expostos.

COMENTE VIA FACEBOOK