Depois da denúncia de possível crime ambiental cometido pelo SAAE, discutido na sessão ordinária do dia 29 de março, na Câmara Municipal de Canaã dos Carajás, o diretor da autarquia Glaidston de Paiva compareceu a tribuna e prestou esclarecimentos aos parlamentares e a população.

“Quando assumi a pasta a prioridade foi ampliar o abastecimento de água com a construção de 17 novos poços artesianos e melhorar a qualidade da água. O derramamento de esgoto se deu pela queima de duas bombas da estação de tratamento, mas o problema já foi resolvido. 100% de água e esgoto tratado não é prioridade só da Câmara, mas nossa também”, concluiu Glaidston.

Entre as medidas para solucionar estes problemas Glaidston citou que a autarquia já pediu um aumento de orçamento para ser investido na infraestrutura de saneamento básico; Que será feito um planejamento de ações e projetos, junto com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, prefeitura e Câmara para contemplar o saneamento básico e para finalizar esse TAC, tudo isso será apresentado ao Ministério Público.

O presidente da Casa vereador Junior Garra (PR) agradeceu os esclarecimentos prestados pelo diretor do SAAE, por ele assumir a falha e, principalmente, por apresentar medidas para solucionar estes problemas. “ O nosso papel fiscalizador não para e a Câmara continuará a apurar todas denúncias que receber”, disse o parlamentar.

ASCOM/CMCC