O município de Canaã dos Carajás, que hoje apresenta os tão questionados 36 mil habitantes, vem apresentando um resultado variante na receita mensal, mas não espantoso, pois a previsão feita pela prefeitura na Loa 2017, já previa a grande baixa. Por mais que a economia local têm sofrido com a grande recessão, a atividade de exploração minerária vem apresentando resultados positivos e segurando a estabilidade dos cofres públicos municipal.

A mineração já deu a Canaã dos Carajás a terceira colocação no ranking de arrecadação de royalties, por conta de suas riquezas minerais, a maioria ainda por explorar.  A  cidade fica atrás apenas dos municípios de Marabá e Parauapebas. Completando 23 anos de sua emancipação política e administrativa, Canaã dos Carajás surpreende, despontando dentre os municípios mais promissores do estado do Pará.

Até outubro, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) garantiu também à cidade um montante de R$34 milhões de repasses do governo do Pará, ocupando o 10º lugar no estado como o município que mais arrecada o imposto.

Geral

Em setembro, o município já havia arrecadado R$170 milhões. E na contramão da crise, em se passando dois meses, Canaã dos Carajás já tem em suas contas públicas o valor de mais de R$224 milhões, unindo todos as espécies de tributos correntes.

A Previsão de arrecadação feita pela Prefeitura para 2017, foi de que o valor bruto corrente alcance R$248 milhões, e percentualmente, 90% já foi cumprindo. Este percentual já ultrapassa a de todo o ano de 2016, que alcançou apenas 89%, e ainda se tem o mês de Dezembro.

Em Novembro (em atualização) o município arrecadou R$14,4 milhões, em Outubro o município arrecadou R$18,3 milhões; em Setembro o município arrecadou R$20,6 milhões; em agosto R$20,7 milhões; em Julho o município arrecadou R$ 20,1 milhõesfechando o mês com R$149,8 mi,  Junho o município arrecadou cerca de R$22,7 milhões, em maio R$19,7, em Abril 19,5, em Março 18,7,  em Fevereiro R$24,4, em Janeiro R$24,3.

Ao todo, o primeiro semestre de 2017 fechou em mais de 128 milhões. O segundo, já se somam, R$94,1 milhões.

Veja em lista as arrecadações mensais, em milhões:

Janeiro: R$24,3.
Fevereiro: R$24,4.
Março: R$18,7.
Abril: R$19,5.
Maio:R$19,7.
Junho: R$22,7.
Julho: R$20,1.
Agosto: R$20,7.
Setembro: R$20,6.
Outubro: R$18,3.
Novembro: Atualização – R$14,4.


Jorge Clésio / Redação / Portal Canaã com consultas ao Portal da Transparência.