Medo toma conta de moradores que vivem perto de áreas de mineração

Congonhas, a 80 quilômetros de Belo Horizonte, nasceu no século XVIII da mineração, do garimpo do ouro. Até hoje a cidade vive da mineração, agora do ferro, mas nunca antes nos seus quase três séculos de história, Congonhas teve que conviver com a ameaça diária e presente de uma enorme barragem de rejeito de minério, dentro de sua área urbana.

O Fantástico também visitou Canaã dos Carajás e mostrou toda a preocupação dos moradores com a barragem de rejeitos da mina do sossego.

Acompanhe a matéria na íntegra:

Medo toma conta de moradores que vivem perto de áreas de mineração